Zarya, o navio não-magnético

Em uma baía do Pôrto de Leningrado oscilava lentamente um veleiro de três mastros. Despojado das velas, entre as driças correm fios metálicos de antenas. À proa do veleiro destacam-se as letras “Zaria” (“Alba” em russo). Dir-se-ia um pequeno iate, com seu madeiramento envernizado, suas cabines apaineladas e sem sem Leia mais…

Magnetismo alienígena em planetas travados

Planet_Gliese_581_e

Concepção artística de Gliese 581e: pequeno, rochoso, travado e possivelmente com um campo magnético ativo.

Até uns 20 anos atrás, só tínhamos um único modelo de sistema planetário: o nosso. De lá pra cá, quanto mais planetas extrassolares são encontrados, mais perguntas aparecem. O que são hot Jupiters ou hot Netunos? Do que são feitas as Super-Terras? Exoplanetas terrestres podem ter campos magnéticos? Quem está buscando respostas para essa última pergunta é a dupla formada por Peter Driscoll, geofísico do Carnegie Institution for Science em Washington, D. C. e Rory Barnes, professor-assistente de astronomia da Universidade de Washington (UW). (mais…)

Macarronadas, molhos de tomate e estrelas de nêutron

neutron_pasta

Um prato de macarrão costuma ser uma coisa bagunçada e relativamente densa. Embora cada fio de espaguete, cada parafuso de massa ou cada bolinha de nhoque sejam independentes, eles se juntam e se entrelaçam facilmente. No planeta Terra, o resultado disso costuma ser manchas de molho de tomate naquela roupa recém-lavada. Em estrelas de nêutrons, a combinação de massas e molhos pode ter efeitos um pouco mais catastróficos. (mais…)