Bactérias X-MEN

Não sei se todos vocês sabem, mas o Brasil é o principal produtor de laranja e também o maior exportador mundial de suco de laranja. Nós costumamos dizer que três de cada cinco copos de laranja consumidos no mundo são produzidos aqui no Brasil. copos de suco - consumo de sucoMas apesar da importância da citricultura brasileira, ela é alvo constante de pragas e doenças que causam danos nas plantas e também nos frutos, o que resulta na queda da produção e na qualidade dos frutos. E uma das doenças que mais causam prejuízos para a citricultura, é o CANCRO CÍTRICO.

O cancro cítrico é causado por uma bactéria chamada Xanthomonas citri, ela vive, muito bem na superfície da folha e cresce formando um BIOFILME, que nós já explicamos no primeiro post (releia aqui). O biofilme é uma comunidade de bactérias que são grudadas umas nas outras por uma goma chamada de XANTANA, que as próprias bactérias produzem. Bem, essa bactéria que está no biofilme, entra no tecido da planta por meio de estômatos (pequenos buraquinhos que existem nas folhas) ou ferimentos causados por equipamentos, espinhos ou ainda por insetos, causando a doença. formação de biofilmeOs principais sintomas do cancro cítrico são observados nas folhas e frutos e aparecem como lesões (machucados) circulares rodeados por contornos amarelos, mas para você entender, essas lesões são semelhantes a cataporas, só que as plantas não sentem coceira….hahaha.

Com o avanço da doença, as folhas e frutos podem cair das árvores e causar bastante prejuízo!! E por causa da gravidasintomas do cancro cítricode dessa doença, algumas medidas foram criadas para tentar controlá-la, no entanto, nos últimos anos, essas medidas não estão funcionando tão bem quanto antes e o cancro cítrico, que antes estava controlado, está aumentando de novo, o que vem preocupando tanto os produtores que plantam laranjas, quanto nós, pesquisadores que precisamos achar um modo de controlar essa doença. O problema é que essa bactéria não é fácil de controlar!!! Porque ela se espalha de uma planta para outra pelo vento ou chuva. Por isso, nós temos estudado essa bactéria, tentando entendê-la, para achar um jeito de controlar o seu crescimento e então reduzir os sintomas e assim salvar as plantas!!!

Trabalho de doutorado

E é aí que eu entro! Meu trabalho de doutorado foi descobrir a função de alguns genes da Xanthomonas. Parece difícil né? Mas é super legal!!! Porque eu tro de doutoradoabalhei com bactérias mutantes!!! Isso mesmo! BACTÉRIAS X-MEN. Para explicar para você como isso é possível, eu preciso explicar primeiro o que é GENE. Gene é uma parte do DNA, que são aquelas letrinhas que você vê quando se fala de genética (ATGCCGTTAGACTAA) que é traduzido em PROTEÍNA. Imagine que você manda para o seu amigo no whats app uma sequência de emojis, mas na verdade a mensagem que você quer passar é rindo, bravo, apaixonado, chorando e beijinho, ou seja, o GENE é sequência de emojis e a PROTEÍNA é a mensagem traduzida que seu amigo vai receber. Entenderam?

emojis

Bactérias mutantes

Bem, voltando aos mutantes. Um pesquisador do nosso laboratório colocou dentro da bactéria Xanthomonas um pedaço de DNA diferente chamado TRANSPOSON que se insere dentro do DNA da própria bactéria, ou seja, dentro de um gene, e quando isso acontece esse gene não é mais o mesmo e é aí que surge o MUTANTE. Que é uma bactéria que teve um ou mais de seus genes mutados. É ou não é legal? E por que isso? Porque a maneira mais fácil de saber a função de um gene é saber o que acontece com a bactéria quando esse gene não funciona.

Durante meu trabalho eu escolhi, dentre algumas Xanthomonas mutantes, duas que tinham redução da formação de biofilme e por isso elas causavam menos sintomas de cancro cítrico. Isso porque uma bactéria que não consegue formar biofilme vai causar menos sintomas da doença, ou seja, quanto menos bactérias, menos doença, certo? Essas bactérias tinham os genes “ecnA” e “hrpB” mutados, e então, sabendo que esses dois genes são importantes para a formação de biofilme, eu posso utilizar estratégias mais precisas para controlar a doença e quem sabe um dia fazer uma planta que sofra menos com essa bactéria. formação de biofilme - mutantesIIIhhuuu!!! Viva as bactérias X-MEN que podem contribuir para o futuro da citricultura brasileira!

Tudo isso, resultou um artigo científico super bonitinho: The ATP-dependent RNA helicase HrpB plays an important role in motility and biofilm formation in Xanthomonas citri subsp citri”, se você quiser saber mais é só clicar.

Se gostou, não esqueça de comentar e se inscrever em nosso blog e claro, curta nossa página do facebook. Até breve!

Escrito por Laís Moreira Granato

Sobre Descascando a ciência 65 Artigos
O objetivo do Descascando é deixar conteúdos sobre o mundo agrícola e a ciência mais fáceis de serem entendidos. Queremos facilitar o "cientifiquês", para que todos tenham acesso à informação.

2 Comentários

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Bactérias X-MEN - Blogs Científicos - UNICAMP
  2. Um blá blá blá de bactéria - Descascando a ciência
  3. Por que os genes ligam e desligam? - Descascando a ciência
  4. Bactérias FROZEN- uma aventura congelante - Descascando a ciência

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*