A crise da água ou as consequências dela.

Então, de verdade, eu não sei o que escrever específicamente sobre a atual crise da água que o sudeste está passando. Tenho lido um monte de coisas, acompanhado vários movimentos e qualquer coisa que eu escreva me parecerá mais do mesmo e não precisamos disso (eu acho).

seca
Foto: https://flic.kr/p/7kVnCH (CC BY-NC 2.0)

 

O que me assola é ver algumas soluções que as pessoas estão buscando para a crise. Hoje fui numa confeitaria que eu gosto muito e um dos motivos que gosto dessa confeitaria é que eles não usam talheres de plástico (o pratinho infelizmente é de plástico, descartável :/), eis que peço um pedaço de bolo, um capuccino e tudo me aparece na mesa com talheres de plástico! Na hora de pagar reclamei e obviamente ouvi a desculpa que era para economizar água… Acrescentei que não adianta economizar água e gerar mais lixo, a pessoa que ouviu concordou, mas não soube dizer mais nada. Ouvi também de uma amiga que uma hamburgueria adotou a mesma estratégia, usar talheres de plástico para economizar água. Para tudo! Estamos tentando resolver um problema (a falta de água) gerando outro problema (aumento da quantidade de lixo), será que é muito difícil de perceber?

Pensar em como lavar louça gastando menos água ninguém faz, né? E sabe qual o meu maior medo nessa história de usar descartável? Virar a regra. Com o “conforto” de não ter que lavar mais a louça, mesmo que a situação da água se normalize os restaurantes vão continuar usando descartáveis porque é “mais prático”. Ai, os otimistas de plantão vão me dizer: “Mas Claudia, os descartáveis podem ser reciclados.” Ok, podem, mas quantos de fato serão? Segundo essa pesquisa apenas 17% dos municípios brasileiros tem coleta seletiva, e só para constar isso não quer dizer que essa coleta seletiva seja regra para 100% do lixo. Você realmente acredita que o que pode ser reciclado é de fato reciclado? Nem preciso comentar, né?

Bom, mas se a falta de água for severa como espero que seja (sim estou sendo pessismita) posso me tranquilizar por que nem restaurante aberto para ir teremos! Só por favor, não use descartáveis em casa.

<meta name=”Social-Brunch-Verificacao” content=”279eeb6fc3c79b38bae82923a269ad2a” />

3 Comments

  • 31 de janeiro de 2015 - 20:55 | Permalink

    Sem contar a quantidade de água utilizada na produção desses descartáveis.

    []s,

    Roberto Takata

  • Anderson
    2 de fevereiro de 2015 - 09:50 | Permalink

    É querer consertar um problema crítico com outro que é importante mas cujas consequências não são vistas de imediato ou pelo menos não tem um impacto direto no bolso do cidadão/comerciante. Quando houver uma “crise do lixo” (que eu acho que já deveria ter estourado, mas não estão dando a devida importância), com aumento no intervalo de coleta ou cobrança pela quantidade de lixo gerado, daí começarão a se preocupar.

  • thainara
    5 de maio de 2015 - 14:14 | Permalink

    devemos economizar agua pra que quando for no futuro nossos filhos possam ter uma vida boa sem muitos problemas e alem de tudo melhorar o nosso brasil e a politica porque o brasil e um bm paiz so falta ordem e progresso

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *