Tag Archives: turismo verde

Turismo sustent√°vel

Qual a diferen√ßa desse post para o que eu escrevi alguns meses atr√°s intitulado Turismo Verde? Apesar de nomes bastante parecidos eles n√£o tem muito a ver pois esse √© para mostrar uma iniciativa muito legal para ajudar a melhorar o turismo sustent√°vel no pa√≠s. Primeiramente quero apresentar a¬†Garupa. A Garupa nada mais √© do que uma plataforma de crownfunding, nada mais que isso, mas tem um tema espec√≠fico, o turismo sustent√°vel, como funciona? L√° voc√™ encontra v√°rios projetos de turismo sustent√°vel, como por exemplo curso de ingl√™s para a comunidade que cuida de uma pousada na Amaz√īnia para dar mais autonomia aos locais na gest√£o da pousada, apoiar um restaurante de comida caseira e cai√ßara no caminho para a Esta√ß√£o Ecol√≥gica da Jureia ou ainda a reforma do Centro de Visitantes da Associa√ß√£o Mico-Le√£o-Dourado (http://www.micoleao.org.br), para criar uma exposi√ß√£o com mapas, imagens, v√≠deos e textos informativos que acrescentem √† experi√™ncia e √† educa√ß√£o ambiental do visitante.

Al√©m de conhecer projetos bem legais tomei contato com alguns destinos tur√≠sticos no Brasil bem no estilo sustent√°vel de ser, com produ√ß√£o e empoderamento das pessoas locais. √Č muito empolgante.

E toda vez que eu descubro uma iniciativa legal dessas escolho um projeto para adotar e dessa vez escolhi o projeto da Pousada Uacari de contratar um professor de inglês durante um ano para a comunidade que cuida da pousada, veja mais detalhes no video a seguir:

Fiquei morrendo de vontade de conhecer essa pousada, o site deles √© http://pousadauacari.com.br/ . J√° t√ī aqui pensando em v√°rios poss√≠veis roteiros‚Ķ Smile¬†Que tal colaborar com desenvolvimento de turismo sustent√°vel no Brasil? Agora n√£o tem mais desculpa de n√£o saber como!

Relato da Lucia Malla e do Gabriel Britto que j√° estiveram l√° na Pousada!

Turismo ‚Äúverde‚ÄĚ

Por conta do dia da Terra (22/04) alguns sites resolveram falar de turismo ‚Äúverde‚ÄĚ. O Lonely Planet por motivos √≥bvios, j√° que √© uma empresa de turismo e o Mashable, bem eles eu n√£o sei por que resolveram associar turismo, dia da terra e tecnologia. De qualquer forma, como ultimamente ando viajando bastante (vide meu outro blog, Algum lugar do Planeta) achei interessante falar sobre o assunto aqui.

Adoro fazer ecoturismo, visitar locais onde entramos em contato com a natureza, provavelmente pela minha forma√ß√£o de ge√≥loga esse gosto seja um pouco mais acentuado, mas fato √© que nunca consegui fazer nenhuma viagem que eu considerasse ‚Äúverde‚ÄĚ. Simplesmente por que eu acho isso imposs√≠vel, viajar √© impactante, a ind√ļstria do turismo √© toda baseada no disperd√≠cio, no luxo, na comodidade sem consequ√™ncias e ai voc√™ caro amigo que como eu ama viajar, como faz? N√£o viaja mais? Seria esse o ideal, mas se o turismo do mundo parasse seria um verdadeiro problema para os locais onde ele √© essencial.

O artigo que eu li no Lonely Planet ‚ÄúComo saber se sua viagem √© verde ou apenas greenwash‚ÄĚ eles tornam quase imposs√≠vel fazer a sua viagem ecologicamente correta, pedir pro seu hotel/destino responder quest√Ķes como: Quais s√£o os principais problemas ambientais enfrentados e como eles est√£o lidando com isso ou Qual a propor√ß√£o da receita permanece ou √© revertida para a comunidade local? Pra mim pareceu piada, imagina uma pousadinha em Len√ß√≥is na BA, porta de entrada da Chapada Diamantina, voc√™ consegue imaginar eles respondendo isso? Ou at√© mesmo a secretaria de turismo da cidade? Eu at√© consigo imaginar a resposta padr√£o que vai vir com aqueles bord√Ķes de relat√≥rios de sustentabilidade de empresas. Espero que eu esteja errada, mas quantas pessoas antes de viajar se preocupam em perguntar isso? E outra, ser√° que d√° pra acreditar na resposta que vier? A minha op√ß√£o √©: vai l√° ver como eles encaram as coisas, antes v√£o falar um monte de milagres, mas s√≥ indo l√° mesmo pra saber, fa√ßa sua pesquisa sobre o local antes e chegando l√° converse com as pessoas locais para saber como o turismo √© levado por l√°.

Ok, o artigo sugere essas perguntas para os destinos que se proclamam verdes, mas e os outros ent√£o, merecem quais perguntas? Eles n√£o precisam ser ‚Äúverdes‚ÄĚ tamb√©m? √Č por isso que o verde aqui est√° sempre entre aspas, s√≥ tem que se preocupar em ser ‚Äúverde‚ÄĚ quem assim se proclama?

Por exemplo os 30 maravilhosos hoteis ‚Äúecofriendly‚ÄĚ do artigo da Mashable merecem receber as perguntas sugeridas pelo Lonely Planet para sabermos se s√£o realmente ‚Äúverdes‚ÄĚ ou apenas greenwashing, mas geralmente as pessoas acreditam no que √© proclamado e n√£o querem saber muito de ter o trabalho de verificar as informa√ß√Ķes.

Na verdade os hoteis adoram parecer preocupados com meio ambiente, quem nunca viu dentro do quarto de um hotel aquele aviso dizendo que se você não quiser que troquem as toalhas é só deixá-las penduradas? Acho que em 90% dos hoteis que eu já fiquei na vida tinham esse aviso, pergunta quantos deles respeitaram meu desejo de não trocar a toalha? Acho que apenas 1. Colocar o aviso é fácil…

caco

No final do artigo da Lonely Planet a autora cita a frase do Sapo Kermit (antigo Caco) ‚Äėit‚Äôs not [always] easy being green‚Äô (n√£o √© f√°cil ser (sempre) verde), como eu j√° disse antes: Ser sustent√°vel √© dif√≠cil, acredite!