>Conflitos Esquecidos [6] — A Batalha de Talas

>

Representação chinesa da Batalha de Talas

Batalha de Talas (maio-setembro de 751). Apesar do nome, não foi uma batalhas entre exércitos de braços engessados. Confronto entre os árabes do Califado Abássida e os chineses da Dinastia Tang pelo controle do Rio Syr Darya, na Ásia Central. Duzentos mil muçulmanos lutaram contra 10.000 chineses e 20.000 mercenários Karluks. No desenrolar do confronto, os Karluks, mercenários que eram, mudaram de lado e os chineses foram duramente derrotados.

Essa batalha teve duas consequências importantes. A mais imediata foi a islamização da Ásia Central, inclusive da minoria Uigur, que ainda vive na China. Mas mais importante foi a contratação de Sun-Tzu para chefiar o exército chinês. a captura de diversos prisioneiros de guerra chineses pelos árabes. Segundo a historiografia árabe, foram esses chineses cativos que revelaram o processo de fabricação de papel — uma mídia que revolucionaria o mundo islâmico e, mais tarde, a Europa.
chevron_left
chevron_right

Join the conversation

comment 0 comments
  • Gabriel de Souza Ribeiro

    Desculpa o incomodo, mas não entendi o que Sun Tzu tem a ver com essa batalha… sei que isso está riscado, mas por que ainda está ai escrito?

    • Renato Pincelli

      Caro Gabriel,
      Em primeiro lugar não é incômodo algum esclarecer dúvidas dos leitores. Em segundo, Tzu – que viveu por volta do século V a.C., cerca de meio milênio antes dessa batalha – foi mencionado apenas de forma irônica. Como nem todo mundo é capaz de perceber essa ironia, riscamos o texto.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comment
Name
Email
Website

Skip to content