Magnetismo Medicinal

A manipulação de nanopartículas magnéticas pode ser eficaz no tratamento de dores crônicas. Não deixa de ser uma descoberta irônica, dada a relação histórica entre medicina e magnetismo. Mesmo que você não conheça a fundo a História da Medicina, é possível que já tenha ouvido falar em Franz Mesmer [1734-1815] Leia mais…

Um bilhete dos ladrões

Em 1798, conta-nos Sampson em sua History of Advertising, uma casa foi arrombada e roubada em Stanhope Street, Londres. Buscando reaver os itens surrupiados, o proprietário publicou o seguinte e singular anúncio numa edição do Daily Advertiser: Mr. R—— de Stanhope Street apresenta seus mais respeitosos Cumprimentos aos Gentlemen que Leia mais…

Trump, o presidente IgNobel

Antes mesmo de completar uma semana na Casa Branca, Donald Trump já foi agraciado com o prêmio mais engraçado importante do ano. Ou não. A premiação foi surpreendente até mesmo para o Improbable Research, blog responsável pelo IgNobel. Em post publicado ontem (25/01), o comitê do IgNobel comunicou ter recebido Leia mais…

A Bíblia das gralhas

De todas os erros de impressão nenhum se iguala à edição da Vulgata por Sixto V. Sua Santidade supervisionou cuidadosamente cada folha assim que saía da prensa. Para a surpresa do mundo, a obra saiu sem rival — recheada de errata! De modo a dar o texto verdadeiro, uma multidão Leia mais…

Fica, vai ter bolo

Canapés, taças de champanhe e uma faixa de boas vindas recepcionavam os convidados numa sala da Universidade de Cambridge decorada com balões coloridos. Sentado em sua cadeira de rodas, o anfitrião da festa — Stephen Hawking — aguardava a chegada dos convidados. No horário combinado, ao meio-dia de 28 de Leia mais…

Breve História do Pó: o começo da carreira

Na longa carreira até os analgésicos baratos dos dias de hoje, os médicos toparam com a cocaína. Embora as folhas de coca (Erythroxylum coca) fossem há muito reconhecidas por suas propriedades medicinais, foi só a partir de meados do século XIX que passou a ser usada como matéria-prima para uma nova droga: um alcalóide em pó cujo processo de isolamento e purificação foi descrito em 1860 por Albert Niemann (1834-1861) em sua tese de doutorado¹. Foi Niemann quem batizou de cocaína o alcalóide incolor recém-descoberto. Quase imediatamente, a droga foi adotada por ser uma alternativa segura aos opiácios viciantes, como a morfina.

Só que não era bem assim. (mais…)

Memória Fotográfica: Cuthbert Bede

Photographic Pleasures 1

A primeira coisa que aparece após uma nova tecnologia são os early adopters, os entusiastas, gente que muitas vezes não sabe muito bem o que fazer mas faz — por vezes com uma ingenuidade cômica. A segunda coisa que aparece depois de uma inovação é gente que tira sarro dos entusiastas. O reverendo Edward Bradley (1827-1889) foi as duas coisas em termos de fotografia: um pioneiro tanto na prática da nova arte quanto em sua crítica humorística. Além de clérigo, Bradley era romancista e caricaturista, assinando seus trabalhos com o irreverente pseudônimo Cuthbert Bede (referência aos dois mais veneráveis doutores da Igreja inglesa, S. Cuthbert e S. Beda). (mais…)

Diário de um iconoclasta

Em Sunbury derrubamos dez anjos grandalhões de vidro. Em Barham, derrubamos os doze apóstolos da chancela e outras seis imagens supersticiosas por ali; e oito na igreja, das quais uma era um cordeiro com uma cruz (+) nas costas; extraímos os pedestais e tiramos quatro inscrições supersticiosas de bronze […] Leia mais…

Muito agradecido

Em 1935, e.e. cummings não era levado a sério pelos editores enquanto tentava publicar seus 70 Poems. Assim, o poeta das letras minúsculas teve que pedir um empréstimo de 300 dólares à própria mãe para conseguir publicar sua coletânea de poemas. Porém, no último momento, cummings encontrou a vingança perfeita Leia mais…