Pot-pourri cosmoteológico

A certa altura de Things not Generally Known, Familiarly Explained. A book for old and young [Coisas pouco conhecidad ordinariamente, com explicações familiares. Um livro para jovens e velhos] (1866), John Timbs apresenta um pequeno carnaval de teorias — ora mais cosmológicas, ora mais teológicas — sobre o surgimento do Leia mais…

Em uma palavra [161]

babaré (ba.ba.ré) 1. interj. na Índia Portuguesa, esp. em Goa, é a exclamação que se dá quando há ladrões nas vizinhanças; pega-ladrão. 2. s.m. alarido; grita; deus-nos-acuda (nesta acepção também se grafa babaréu). Dar babaré = pedir socorro. [do konkani baba-rê!, deriv. de bab = pai]

Patentes Patéticas (nº. 113)

First page clipping of GB1405575 (A)

Quem disse que não se pode colocar os carros na frente dos bois? O inventor britânico Arthur Paul Pedrick acha que não só pode como deve. Tanto que em 1975 ele patenteou um sistema para “Propelling automobiles withour [sic] using Petrol or Gasolene [sic]”, algo como “Propelir automóveis sen [sic] usar Petróleo ou Gasolena [sic]”: (mais…)

Em uma palavra [160]

adfenestração (ad.fe.nes.tra.ção) s.f. neolog. ato de entrar subrepticiamente através de uma janela. Adfenestrar, v.t.d. De certo modo, esse é o antônimo de defenestração. Nos dois casos, as palavras foram formadas por um sufixo latino + fenestra ( = janela). De- indica movimento para fora (vide deportar) enquanto Ad– indica movimento Leia mais…