Macarronadas, molhos de tomate e estrelas de nêutron

neutron_pasta

Um prato de macarrão costuma ser uma coisa bagunçada e relativamente densa. Embora cada fio de espaguete, cada parafuso de massa ou cada bolinha de nhoque sejam independentes, eles se juntam e se entrelaçam facilmente. No planeta Terra, o resultado disso costuma ser manchas de molho de tomate naquela roupa recém-lavada. Em estrelas de nêutrons, a combinação de massas e molhos pode ter efeitos um pouco mais catastróficos. (mais…)

Descoberta a bola quadrada

borosfereno

B-40, a nanobola (quadrada) de boro. [Imagem: Wang Lab/Brown University]

Ou melhor: a nanobola quadrada. Melhor ainda: a nanobora quadrada. Trocadilhos à parte (ou não, porque esse texto vai ter um monte), há uma nova bola no campo da nanotecnologia. O time que a encontrou é formado por pesquisadores da China e dos Estados Unidos. A equipe foi a primeira a apresentar evidências experimentais de que átomos de boro podem se juntar numa cadeia tridimensional fechada — similar às chamadas buckyballs, moléculas de carbono em forma de bola de futebol. (mais…)

Um cone de coníferas

Há uma montanha de árvores coníferas plantadas de maneira padronizada numa montanha artificial cônica perto de Ylöjärvi, na Finlândia. Seriam aliens? Claro que não, são finlandeses. Foram 11 mil pessoas de diversos países que plantaram 11 mil árvores dispostas num padrão matemático baseado na proporção áurea. Mas o que levaria Leia mais…

Patentes Patéticas (nº. 117)

image

Não importa se você é um artista numa gloriosa noite de autógrafos ou um chefe de repartição  numa inglória tarde de assinaturas de cópias e mais cópias do mesmo documento: escrever à mão cansa. Pode até mesmo doer. Se não dá pra parar para o cafezinho, seria bom poder ter ao menos uma massagem na mão ou no braço. Seja qual for o seu caso, se você sofre por escrever demais, o Vibrating writing instrument [Instrumento de escrita vibrátil] pode ser seu sonho de consumo: (mais…)

Patentes Patéticas (nº. 115)

 US06293874-20010925-D00001

Pé na bunda, chute no traseiro. Não importa o nome  do golpe baixo ou o contexto em que é aplicado. O gesto é uma ofensa universal, um sinônimo de humilhação. Há quem mereça muito isso. Talvez em série. Mas, por mais que você queira, ficar chutando traseiros alheios cansa. A não ser que você use o User-operated amusement apparatus for kicking the user’s buttocks [Aparelho de diversão operado pelo usuário para chutar o traseiro do usuário]. Se uma patente com esse título parece ruim, imagine o resumo…

Não precisa imaginar: (mais…)

>O dinheiro fala

> 1 tahler de 1814 Se você for um rei que acaba de conquistar um novo território, pense duas vezes antes de lançar uma nova moeda comemorativa.  O povo recém-conquistado pode até aceitar seu dinheiro, mas isso não significa que sua imagem vá melhorar: Durante a Paz Geral de 1814, quando Leia mais…