Ciência não precisa de democracia

CARACA! D√™ uma olhada nessa curva de crescimento em cita√ß√Ķes de artigos cient√≠ficos da China e dos EUA.
_51889141_growth_citiations_china464.gif
O que é mais absurdo, a queda dos EUA ou a subida da China, que até 2013 pode ultrapassar a maior potência científica do mundo?
Não, eu sei o que é mais absurdo: é a prova de que ciência e desenvolvimento tecnológico não dependem de democracia.
Vou tentar dormir com esse barulho.
Vi na BBC

Congresso científico fantasma

congresso fantasma.jpg

Calma, não é um congresso científico SOBRE fantasmas, o que seria um paradoxo.
Mas um congresso-SPAM. Isso mesmo. E maldoso.

Imagine receber um email com uma programação de congresso na China com pesquisadores top da sua área. E ainda te convidam para dar uma palestra e por isso se oferecem a pagar, ou melhor, reembolsar, sua estadia e inscrição.
“Ora, nunca fui pra China. Seria uma √≥tima oportunidade!”
N√£o s√≥ voc√™ se interessa e se inscreve como reenvia a outros colegas, como √© praxe. Manda seus dados, n√ļmero do cart√£o de cr√©dito e BINGO, n√£o existe congresso.

Isso n√£o √© novidade no mundo corporativo. Calotes com congressos ou cursos fantasmas s√£o muito comuns. Mas geralmente s√£o temas mais abrangentes, com listas de email inespec√≠ficas. Cursos de “venda mais”, ou “Quem Mexeu no Meu Queijo e A Arte da Guerra para pequenos empres√°rios”.

O diferente aqui destes dois casos de congressos científicos fantasma é o nível de sofisticação. A programação contém nomes de pesquisadores importantes da área, e os emails foram para pesquisadores e interessados nas tais áreas.

O primeiro caso aconteceu em agosto de 2009, o suposto Congresso Internacional de Cardiologia na China. Aqui o caso foi de roubo ou mal uso de informa√ß√£o de uma empresa chinesa que estava realmente organizando um congresso. Mas as informa√ß√Ķes, programa e email de pesquisadores, vazaram e foram utilizadas para divulgar o “evento” antecipado. Alguns pesquisadores fizeram inscri√ß√£o com cart√£o de cr√©dito e compras n√£o autorizadas foram feitas com eles.

O segundo ir√° acontecer em Dezembro de 2010 (ou n√£o). √Č o “Conference on Human Welfare and the Global Economy”, organizado por uma entidade chamada Action World International Organization (AWIO). Este engodo foi descoberto pela revista The Scientist, que ligou para o local do evento indicado no email e descobriu que n√£o h√° reserva para a data, e os palestrantes contatados n√£o est√£o sabendo de nada!

√Č minha gente, por isso digo que √© cada vez mais dif√≠cil ser cidad√£o hoje em dia. Agora pra cada convite de congresso que queira ir voc√™ tem que ligar para o local onde se realizar√° o evento e perguntar “Vai rolar mesmo?”. Ou ligar para o palestrante programado e perguntar “Voc√™ vai mesmo?”. Ou pior, voc√™ pode ser o pr√≥prio palestrante e ter que ficar recebendo emails de confirma√ß√£o de presen√ßa. Haja saco.

Mas é o preço das facilidades da vida moderna.