A Pedra

Autonomia Intelectual (V.4,N.8,2018)

Em certa ocasião, num banho diário, fui premiado com um chuveiro queimado. Uma situação relativamente trivial, não fosse o desdobramento na tal “autonomia intelectual”.

O contexto da roteirização de vídeos educacionais (V.4, N.6, 2018)

Atualmente, as mudanças tecnológicas se impõem e se refletem cada vez mais na organização social. Cada vez mais as competências digitais são exigidas para a busca de informações em diferentes fontes (ZAIDAN, 2011). Por exemplo, o vídeo tornou-se o formato preferido na internet para a...

Aprendizagem ativa é mais antiga do que você imagina… (V.3, N.10, 2017)

É interessante notar como o termo “Aprendizagem Ativa” se tornou uma pedra angular nas discussões hodiernas sobre educação. Talvez pela impressão geral de que, progressivamente, tem se tornado difícil educar um público cada vez mais imerso em um ambiente digital, assíncrono e multitarefa. Educar não é somente...

OpenCon 2017: movimentos abertos de acesso, educação e dados! (V.3, N.10, 2017)

O OpenCon é um evento internacional organizado pela Right to Research Coalition(coalizão pelo direito à pesquisa), um projeto desenvolvido pelo SPARC(Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition – coalizão para editores e recursos acadêmicos), uma coalizão de bibliotecas acadêmicas e de pesquisa comprometido em tornar os movimentos abertos como padrão para...

Open access, acesso aberto: condenação judicial e novo aplicativo (V.3, N.7, 2017)

Na última semana de junho, apareceram notícias interessantes na midia sobre acesso aberto. A respeito disso, comentarei um vídeo postado no YouTube, no Canal do Pirula (#Pirula 218), sobre a condenação judicial do Sci-Hub; e também a reportagem publicada na revista Pesquisa FAPESP, sobre o Canary Haz, um novo aplicativo que permite acessar com...

Skip to content