>

No conto O Gênio da Lâmpada, de Robert Louis Stevenson, o gênio sempre garante ao seu amo (quase) qualquer desejo. Se o amo morrer com a lâmpada, ele vai arder no mármore do inferno. Assim, o amo deve vender a lâmpada, mas sempre por um preço menor do que ele pagou. O comprador deve ser informado dessas condições e aceitá-las para que realize seus desejos.
Só que ninguém compraria a lâmpada por 1 centavo, já que seria impossível revendê-la. De qualquer modo, o gênio não pode alterar as condições; ele é incapaz de te fazer imortal ou de tornar possíveis preços menores que 1 centavo. Mas se 1 centavo é um preço baixo demais, então 2 centavos também são e pela mesma razão. E assim por diante, aparentemente ad infinitum. Parece ser irracional comprar a lâmpada independente do preço oferecido.
Intuitivamente, porém, a maioria das pessoas consideraria razoável pagar R$ 1.000,00 para esfregar a lâmpada, acordar o gênio e fazer pedidos.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content