>

Em 10 de dezembro de 1968, um homem uniformizado pulou diante de um carro-forte em Tóquio, no Japão. Ele explicou que tinha recebido um alerta da polícia de que o veículo tinha sido sabotado com explosivos. O carro-forte levava dinheiro para o 13º. salário dos funcionários da Toshiba e quatro passageiros. Os quatro saíram e viram o homem de uniforme se arrastar pra baixo do carro-forte.

Depois de passar um momento lá embaixo, o homem saiu, gritando que o carro estava prestes a explodir. Os ex-passageiros fugiram correndo e ele entrou no carro-forte e também fugiu, dirigindo.

Assim, um único homem, agindo sozinho, desarmado e sem ferir ninguém roubou exatos 294.307.500 de ienes (mais de 5,5 milhões de reais em valores atuais) em plena luz do dia. Ainda é o maior assalto bancário da história do Japão. O ladrão jamais foi capturado.


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content