>O tédio é o pai da invenção

>

giradedo
Em julho de 1979, talvez após umas boas horas de tédio, Horace A. Knowles pediu uma patente para um “novo brinquedo que auxilia o usuário no giro de seus polegares.” Segundo Knowles, a ideia surgiu por que
Até o momento nenhum equipamento estava disponível ao girador de polegares para auxiliá-lo no procedimento do giro. Para os giradores desprovidos de coordenação suficiente, a incapacidade de girar com sucesso, com os polegares colidindo-se acidentalmente durante o movimento de giro, traz grande frustração adicional ao repouso e à paz de espírito.
Belas palavras, mas isso é uma brincadeira? Digo, é uma brincadeira brincadeira ou uma brincadeira séria, uma sátira para pegar (ou seria pregar?) o pessoal do Escritório de Patentes? Bem, se eles caíram na pegadinha, não perceberam — o Patent Office aprovou o pedido de Knowles. Talvez eles estivessem entediados demais.
chevron_left
chevron_right

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comment
Name
Email
Website

Skip to content