Precipitação. Gaseificação. Combustão. Acidificação. Cristalização. Há muita ação (e reação) por trás das aulas de Química, mas falta atenção. Porque essa ação toda está em detalhes tão pequenos e fugazes que são facilmente ignorados por professores e alunos. Mas não são apenas as reações que passam em branco nas salas de aula e mesmo nos laboratórios. Muita beleza existe em reações banais como a cristalização do sal ou na eletrólise da água.

O Beautiful Chemistry é um projeto que busca chamar a atenção do público exatamente para isso: como a Química é Bela. Parceria entre a Tsighua University Press e a University of Science and Technology of China, Beautiful Chemistry é uma série de vídeos curtos que capturam — em 4K Ultra HD filmados e editados por Yan Liang — as riquezas visuais das reações sem as limitações estéticas dos tubos de ensaio e laboratórios estéreis. Para enfatizar as nuanças das reações, elas são representadas em velocidades variáveis e identificadas por efeitos de tipografia cinética.

Além dos vídeos das reações, o site ainda apresenta os aparatos de dois experimentos históricos na seção Beautiful Apparatus: o de Lavoisier para o estudo da composição do ar (1790) e os de Joseph Priestley sobre gases (1774-86). Em Beautiful Structures, são apresentadas as belezas de estruturas como cristais, materiais amorfos, DNA…

[via This is Colossal, indicação da leitora Gabrielle Rosa]


0 comentário

Anderson Arndt · 20 de outubro de 2014 às 10:25

Tinha visto esse vídeo já. Realmente é uma obra de arte. Espero que continuem com o projeto para nos mostrar diversas outras reações cuja beleza passa batida até dentro dos laboratórios, mas que com esse olhar mais atencioso, são belíssimas.

A Bioquímica é Bela. Ainda mais com um Nobel. | hypercubic · 25 de outubro de 2014 às 11:16

[…] a partir do ensino médio, esses termos designam fenômenos riquíssimos que — como algumas reações químicas bem mais simples — estão acontecendo em cada ser vivo presente neste momento. Também há muita beleza oculta nos […]

A Química É Bela · 25 de novembro de 2014 às 15:17

[…] Fonte: Hypercubic. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *