Memória Fotográfica: Bruno Braquehais

Pioneiro das nudes na França, ele entrou para a História por suas fotografias da Comuna de Paris Daguerreotipista francês notável por seus retratos, reconstituições e pelas imagens artesanalmente coloridas em colaboração com Laurie Gouins, com quem ele acabaria se casando em 1855. No ano anterior, Braquehais havia causado sensação ao Leia mais…

A queda da maçã

No século XVI, bem antes de Isaac Newton e sua lendária maçã, o fruto da macieira ainda era encarado como o fruto proibido da mitologia bíblica. Assim, era melhor não chegar perto: Um dos meios usualmente empregados por um bruxo para possuir suas vítimas com um demônio é oferecer-lhe algum Leia mais…

Vulcano e os irmãos perdidos de Mercúrio (parte 1)

Vulcanoid-580x435

Impressão artística de um pequeno (e hipotético) asteroide vulcaniano.

O século XIX foi pródigo na descoberta de asteróides, cometas e planetas. O primeiro grande evento astronômico dos 1800s foi a descoberta de Ceres, então considerado um planeta, logo no dia 1º. de janeiro de 1801. Décadas mais tarde, um matemático francês encontrou Netuno nos confins do Sistema Solar. Seu nome era Urbain Le Verrier e ele passou a vida acreditando ter descoberto um outro planeta, Vulcano. (mais…)

Pequenas fortunas livrescas

Não era à toa que os livros das bibliotecas medievais costumavam ser acorrentados em suas estantes. Isso evitava a perda ou roubo de obras equivalentes a verdadeiras fortunas: Houve épocas em que, pela posse de um manuscrito, havia quem transferisse uma propriedade, ou deixasse como caução pelo empréstimo centenas de Leia mais…

O museu de perfumes

As memórias mais intensas, dizem, são despertadas por aromas. O que é irônico pois aromas são, por sua própria natureza química, efêmeros. Você não pode simplesmente ir a um museu e descobrir, digamos, como era o odor da colônia usada pela sua bisavó ou o último perfume de Napoleão Bonaparte — a não ser que você esteja na França, mais precisamente em Versalhes, mais precisamente na Rue du Parc de Clagny, nº. 36, de preferência numa quarta-feira. (mais…)