Programa Oxigênio: Prazer em Conhecer!

É com um certo constrangimento que eu confesso: eu nunca tinha ouvido falar do Programa Oxigênio, programa de [simple_tooltip content=’Série de arquivos digitais, tipicamente de áudio, que  são disponibilizados periodicamente por uma pessoa ou um grupo e que via de regra falam sobre um assunto específico.  São para o rádio, como o Netflix é para a TV. Rádio “on demand”.’]podcasts[/simple_tooltip] produzido pelo Labjor (Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo) e a Web Rádio Unicamp (coisas de Unicamp… essa Universidade é tão rica em iniciativas que toda semana eu esbarro em algo novo e surpreendente).

Foi por isso que demorei um pouco para me situar quando fui convidada a participar de entrevista sobre a I Reunião de Iniciativas de Divulgação de Ciência e Tecnologia, realizada recentemente. Fiquei pensando com os meus botões: esse não parece ser o assunto que chama a atenção da mídia, que espécie de programa é esse que se interessa por esse tipo de assunto?

E foi assim que descobri que o Programa Oxigênio é um programa de podcasts inteiramente dedicado à divulgação científica e cultural. E mais… Após ouvir o primeiro programa completo, fiquei apaixonada pelo projeto! Eu me explico:

  • Ao ouvir o Programa Oxigênio você evidentemente nota que existem jornalistas e locutores mais experientes e menos experientes no programa. Achei simplesmente fantástico que o programa seja usado como uma oportunidade para que jovens jornalistas se desenvolvam.
  • As reportagens do Programa Oxigênio são profundas. Todo cientista que tem a oportunidade de divulgar seu trabalho para a grande mídia via de regra sai da experiência se sentindo frustrado e angustiado. Nos vemos obrigados a falar em 5 segundos as conclusões de um trabalho que muitas vezes demorou décadas para ser desenvolvido. Como resultado, as informações que são divulgadas são tão resumidas que muitas vezes se tornam simplesmente erradas. Parte-se do pressuposto que o ouvinte ou telespectador não é capaz de digerir mais do que 5 segundos de informação científica e que elas devem ser rasas e palatáveis. (E então me lembro da obra “My Fair Lady”. Talvez, se ousássemos tratar a mendiga como dama, aos poucos ela passasse a de fato se comportar como uma dama. Sei, sei… O foco não é informação, é mercado.)

Em resumo, foi por estas características que ao ouvir apenas uma única edição do Programa Oxigênio eu expandi meu conhecimento da área de tecnologia à biologia, passando por história e outros assuntos.

Fica então o convite para vocês colocarem os fones de ouvido ou conectarem o celular no áudio do carro e ouvirem minha entrevista realizada pela Patrícia Santos que, como uma agradável surpresa, foi uma das jornalistas mais respeitosas e inteligentes que conheci, propondo uma pauta pertinente, com perguntas relevantes e dando espaço para o entrevistado falar.

Na entrevista eu faço um resumo de tudo o que foi apresentado na I Reunião de Iniciativas de Divulgação de Ciência e Tecnologia realizada nas dependências da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação. Vale à pena conferir essa e outras entrevistas e reportagens.

Bom Final de Semana!

programaoxigenio

 

 

Paula D. Paro Costa

Cientista desde o nascimento, Engenheira e Professora da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação, na Unicamp. Atua nas áreas de processamento digital de imagens, aprendizado de máquina, ciência dos dados e computação afetiva. Nas horas vagas, trabalha para que crianças e jovens tenham contato com as áreas de ciências, engenharia e tecnologia.

5 thoughts on “Programa Oxigênio: Prazer em Conhecer!

  • 24 de setembro de 2016 em 14:07
    Permalink

    Olá Paula! Lindo texto! Parabéns!

    Resposta
    • 25 de setembro de 2016 em 16:42
      Permalink

      Obrigada pela sua leitura e a gentileza de seu comentário.

      Resposta
  • 25 de setembro de 2016 em 15:54
    Permalink

    Paula, que honra poder contribuir de alguma forma para divulgar trabalhos como o seu e dos demais participantes do evento! Estamos aprendendo um pouco mais a cada edição do programa Oxigênio, e é muito inspirador para mim e para toda a equipe conhecer suas impressões sobre o nosso trabalho. Superobrigada!

    Resposta
    • 25 de setembro de 2016 em 16:41
      Permalink

      Desejo um enorme sucesso a vocês!

      Resposta
  • 16 de outubro de 2016 em 20:49
    Permalink

    É bem verdade que a Unicamp é tão rica em iniciativas que a gente mal consegue acompanhar. Por meio do seu post, acabo de tomar conhecimento do programa Oxigênio e já me tornei uma seguidora. Parabéns pela entrevista!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content