Open Philosophy

Tempo originário, esperança e utopia – em memória de Carolina Blasio da Silva e Maria Érbia Carnaúba

 Com enorme tristeza e transtorno, nós lamentamos o falecimento das Dras. Carolina Blasio da Silva e Maria Érbia Carnaúba. Ambas as filósofas da Unicamp eram muito queridas no meio acadêmico, e farão uma enorme falta em nosso caminhar. Com colossal indignação, também protestamos contra a falta de...

O Brasil como lupa do conceito de contradição da alma de Montaigne (V.3, N.8, 2017)

Lula foi corretamente condenado a nove anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Rousseff foi retamente desapossada da presidência por pedaladas fiscais, decretos de crédito suplementar sem autorização e financiamento ilegal de campanha. Dirceu e Palocci não são mártires sem culpa em...

A caverna de Platão (V.3, N.7, 2017)

A Caverna é a descrição de um inusitado espetáculo de ilusionismo, um teatro de sombrassinistro em cuja volta acontece uma transformação tão ominosa quanto a encenação mesma. Os espectadores são prisioneiros; o subsolo, o claustro no qual cumprem sua pena; a obra representada, nada além de uma miragem. Mas então um prisioneiro abandona a gruta e,...

O Estado entre a justiça social e a justiça positiva (V.3, N.7, 2017)

 No dia 12 de julho de 2017, a direita abriu Champagne diante da morte jurídica do maior líder de esquerda do Brasil de todos os tempos, Luiz Inácio “Lula” da Silva. Neste momento, a justiça mostrou seus dentes, do modo como o filósofo britânico T. Hobbes (1587-1666)...

Vandalismo em Brasília: entre a raiva e a indignação (V.3, N.5, 2017)

O que há para além da indignação? A raiva, seguramente; ou talvez ela venha antes. Independentemente da ordem, eis a questão: qual é a paisagem que vislumbram aqueles que atravessam o agitado tumulto desses terríveis sentimentos? Sem dúvida, é uma paisagem inóspita e desolada, um deserto escuro...

O que Descartes diria a Trump (V.3, N.4, 2017)

Nem bem assumiu a presidência, Donald Trump bateu uma série inusitada de recordes. Entre eles, o magnata leva o primeiro lugar no histórico de impopularidade. Veja: a taxa média normal de aprovação no início do mandato de um presidente recém eleito é de 60 e pouco por...

Dois pilares da pesquisa científica: dedutivismo e falseabilidade (V.3, N.3, 2017)

Na bandeira do Brasil, lemos: “Ordem e Progresso”. Trata-se de uma abreviação do lema Positivista de Comte: “o Amor por princípio, a Ordem por base e o Progresso por fim“.  Não é muito comum que bandeiras estampem palavras, talvez porque mesmo os vocábulos mais interessantes, como...

Skip to content