Wildeverse, o PokémonGo da vida selvagem

Em 2018 descobri a Internet of Elephants e contei sobre eles neste post. Ai, por coincidência, ou não, fiz um estágio lá enquanto fazia minha pós em Gestão em Inovação Social enquanto estava no Quênia.

Quando escrevi o post eles já tinham planos de lançar o Pokémon Go Ecológico, enquanto estava lá os primeiros testes para esse jogo estavam sendo feitos. Eu até ajudei na produção de videos mostrando esses testes nas redes sociais deles e eis que em Outubro de 2019 eles lançaram a primeira versão de Wildeverse.

Wildeverse é um jogo para celular sobre macacos (pelo menos por enquanto) que usa a tecnologia de realidade aumentada. O objetivo do jogo é ajudar a encontrar e monitorar um orangotango, um gorila, um chimpanzé e um gibão. A ideia é você coletar dados desses animais e enviar para cientistas e pesquisadores de vida selvagem para tentar entendê-los e principalmente protegê-los. Os dados usados para a criação do jogo são baseados em dados reais e foram obtidos com a ajuda de duas organizações de conservação: Borneo Nature Foundation (na Indonésia) e a Goualougo Triangle Ape Project (no Congo). Além disso o jogo será usado como fonte de dados para uma pesquisa científica, da Universidade de Oxford. O objetivo da pesquisa é verificar a eficácia do uso de jogos online para comportamentos pró meio ambiente.

Infelizmente o jogo só está disponível em inglês.

Eu não consegui jogar Wildeverse porque meu celular não é compatível com o aplicativo do jogo 🙁

Mas tenho certeza que se você gosta de PokémonGo, você vai gostar desse de Wildeverse.

Aqui o trailer do jogo:

Uma curiosidade meio fora do assunto, você sabia que uma das empresas unicórnio no Brasil chama-se Wildlife? E é um studio de jogos mobile, sabe quantos jogos deles tem alguma coisa a ver com vida selvagem? Nenhum…

Jogo para salvar animais em extinção?

Sabe aquela ideia que você fala por que eu não pensei nisso antes? Quando descobri esse aplicativo foi o que eu pensei. Mas ao mesmo tempo também pensei: ainda bem que tem gente mais criativa que eu no mundo! hehehe

A Internet of Elephants resolveu juntar jogo, realidade aumentada, educação ambiental e conservação de animais e criou um jogo para celular chamado Safari Central, ainda em sua fase inicial, mas que tem uma ideia muito boa que é trazer animais selvagens para o dia-a-dia das pessoas e estimulá-las a fazer micro doações dentro do jogo para projetos que protejam a onça pintada no Brasil, elefantes ou rinocerontes no Quênia, lêmures no Madagascar, pangolins no deserto do Kalahari e uma ursa-cinzenta nos EUA.

Essa versão inicial apenas te dá a opção de 5 fotos com o animal a sua escolha. Se você quiser mais fotos é só fazer uma doação para a organização responsável pela preservação desses animais que você poderá fazer mais fotos. No Brasil você ajuda a WWF e o Instituto Pró-Carnívoros com a Onça Atiaia.

Ano passado com o lançamento dessa prévia eles fizeram um concurso de fotografias cujo prêmio era um safari para África do Sul pelo deserto do Kalahari.

Mas a ideia mesmo é entregar um jogo até o fim de 2018, o que eles já chamam de Pokémon Go Ecológico e usa dados dos animais reais para reproduzir o comportamento e características deles.

A indústria dos games no mundo gerou em 2017 US$108,9 bilhões, no Brasil foram US$1,3 bilhões, imagina uma pequena parte desse dinheiro indo para projetos de conservação de animais com perigo de desaparecer na Terra?

Além disso a ideia do jogo é também criar mais envolvimento das pessoas com relação à vida selvagem, pelo menos é o que o fundador da Internet of Elephants pretende. Esse ano a empresa foi listada pela Fast Company como uma das empresas mais inovadoras.

Acho lindo quando encontro coisas que gosto juntas, nesse caso conservação ambiental e tecnologia.

Eu já fiz minha fotinho com a Lola, a rinoceronte órfã do Quênia. 😉

Lola e a Claudia fazendo selfie.

Vida selvagem

Adoro vídeos de natureza, isso inclui belas paisagens, vida selvagem e curiosidades do mundo animal.

Esse vídeo do Discovery Channel é incrível, em slow motion, mostra tubarões atacando presas de mentira.

Além de vídeos de natureza também adoro tubarões, eles são fascinantes e se você tem medo desses seres incríveis, saiba que todo esse medo é culpa da indústria cinematográfica que acabou com a fama desse animal lindo e sensacional, extremamente importante para o ecossistema marinho!

Uma das maiores frustações da minha vida foi não ter conseguido mergulhar com nenhum tubarão em Fernando de Noronha e olha que lá em qualquer praia, com snokel você consegue isso.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM