V.8, 2022

Divulgação científica é estratégia para visibilidade de revistas interdisciplinares (V.2, N. 7, 2016)

O aumento de visibilidade internacional tem sido uma meta de muitos editores científicos e, para se atingir essa visibilidade nas revistas acadêmicas, a coleção de revistas SciELO Brasil definiu novos critérios de divulgação como importante estratégia, sendo que os periódicos devem produzir press releases (textos...

Cultura no “bandejão” (V.2, N. 7, 2016)

Pensei em algo para escrever sobre cultura universitária na fila do famoso “bandejão” (restaurante universitário), na Unicamp: “Por que não escrever sobre o este lugar? Existe um lugar mais cultural que esse?”. Fiquei tentando calcular quantos alunos se encontravam na fila e viajei numa matemática...

Bactérias X-men (V.2, N. 7, 2016)

Não sei se todos vocês sabem, mas o Brasil é o principal produtor de laranja e também o maior exportador mundial de suco de laranja. Nós costumamos dizer que três de cada cinco copos de laranja consumidos no mundo são produzidos aqui no Brasil.  Mas...

Onde bioinformática, promotores e terminadores se encontram (V.2, N. 7, 2016)

Quando estamos lendo sobre biologia e genética, muitas vezes não nos damos conta que aqueles genes que tanto estudamos precisam de alguma regulação para funcionarem da maneira correta. Isso para responderem a cada uma das situações e ambientes aos quais os organismos são expostos, sejam estes...

Acesso aberto de revistas científicas é cada vez mais desejado, mas esbarra em desafios relativos ao financiamento (V.2, N. 7, 2016)

As revistas científicas são fundamentais para a comunicação de resultados de pesquisa, mas, diante do avanço tecnológico e da globalização do conhecimento, elas passam por dilemas para se adequarem às pressões a fim de elevarem sua qualidade, com constantes problemas de financiamento, de profissionalização da...

Bactérias boazinhas (parte I) (V.2, N. 7, 2016)

Quando escutamos a palavra bactéria, imediatamente pensamos em micróbios terríveis, capazes de causar as piores doenças; mas nem sempre é assim. Existem muitas classes de bactérias: algumas são patogênicas (causam doenças a outros seres vivos), enquanto outras são fundamentais para a vida no nosso planeta, através...

Professores e a resistência à tecnologia (V.2, N. 7, 2016)

Particularmente, considero impressionante a resistência apresentada por grande parte dos professores quando o assunto é a incorporação de tecnologias na educação. Aparentemente, parte significativa dessa resistência gira em torno de duas tensões. A primeira tensão, em minha opinião, é com relação ao tradicionalismo existente na educação. É...

Skip to content