Rio+20–Comida, Consumo e Comportamento

Portugese

De todos os posts que eu me propus a escrever esse me pareceu o mais fácil de começar, vamos lá.

Um dos pontos que ouvi muita reclamação foram as praças de alimentação, todas com preço altos e com poucas opções verdadeiramente sustentáveis ou saudáveis, mas lá no Rio Centro o pessoal tinha uma opção a mais, uma pequena loja do supermercado Pão de Açúcar, com opções a um preço como os das lojas fora do evento e com produtos locais, naturais ou orgânicos e brasileiros. Senti inveja de quem estava no Riocentro por eles terem essa opção, achei a sacada dessa loja sensacional, tentei encontrar alguma coisa na internet que falasse mais disso, mas não vi nada (olha só como eles estão perdendo a oportunidade…). Antes que falem que o Pão de Açúcar é um supermercado caro eu quero dizer que dentro das opções dadas na praça de alimentação do Rio Centro essa era a mais coerente com o evento, afinal esse era um evento sobre desenvolvimento sustentável e não vender somente fast food e comidas de puro carboidratos já é um bom começo. Infelizmente não tirei fotos, mas pelo que ouvi dizer, foi um sucesso.

Em alguns momentos essa conferência não se diferencia em nada de outras que eu já foi por ai, tem um monte de stands e um monte de gente e não pude deixar de reparar em como o lixo foi tratado (pelo menos no parque dos atletas). Na maioria dos locais você via 2 tipo de lixeira, uma azul para materiais recicláveis e uma cinza para materiais não recicláveis e as vezes uma laranja para pilhas e baterias. Bem fácil, nao? É a separação que eu faço aqui em casa, mas quem disse que as pessoas sabem ou se preocupam com em jogar o lixo certo no lugar certo? Como já disse, as pessoas precisam mudar a relação delas com o lixo para ai sim vermos a coleta ser efetiva por aqui.

Lixeiras - rio+20
Lixeira cinza de materiais não recicláveis e lixeira azul para materiais recicláveis. Reparem que até a cor do saco de lixo é diferente.
Lixo - Rio+20
Material dentro da lixeira de materiais não recicláveis
lixo rio+20
Material dentro da lixeira de materiais recicláveis

Uma coisa que me deixou chocada foi o desespero das pessoas por brindes! Impressionante! Cheguei a ter momentos de vergonha alheia ao ver os brasileiros esfomeados por pen-drives, ecobags, mudas de plantas, bibelôs e coisas afins, como queremos um mundo com menos consumismo se as pessoas querem qualquer quinquilharia desde que seja de graça (ou talvez só por ser barato demais)?

Vi gente reclamando do excesso de papel do evento, mas enquanto reclamava disso estava carregando sacolas e sacolas cheia deles… Bom, se papel realmente te encomoda recuse-os, mas eu ouvi: ah, mas eu queria a informação e não tinha de outro jeito, bom, é fácil colocar a culpa nos outros, né? Eu numa situação dessas recusaria o papel e ainda diria para a pessoa por que estava recusando ou simplesmente pegaria e não reclamaria depois, acredito que a gente sempre tem escolha e até não escolher é uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *