Em uma palavra [142]

ecdisíasta (ec.di.sí.as.ta) s.c.2.g. que ou aquele que, por profissão ou prazer, despe-se de maneira provocativa e sensual, geralmente diante de uma plateia; praticante de striptease, stripper [neologismo de raiz classicista, formado por H. L. Mencken em 1940 a partir do grego ekdusis; em inglês, ecdysiast. cf. com écdise]

“Revista de Megapodologia”

Quer ganhar dinheiro e ainda ter seus artigos acadêmicos sempre aceitos? Porque não cria seu próprio periódico científico? Parece piada universitária, mas não é. Foi exatamente isso que a veterinária norte-americana Melba Ketchum fez. Ketchum considera-se uma especialista no Pé Grande (ou Sasquatch), o folclórico grande símio da costa oeste Leia mais…

Patentes patéticas (nº. 97)

image

Você gosta de usar os bolsos mas eles já estão cheios? Ou você é daqueles que teme usá-los porque não quer ser assaltado? Qualquer que seja seu caso, você já pensou em usar a cabeça? Ou melhor, botar um bolso na cabeça? Essa é a proposta de Stefan Cvijanovich e seu Concealed compartiment incorporated into head gear [Compartimento oculto e incorporado no interior de chapéus]: (mais…)

Em uma palavra [141]

lipemania (li.pe.ma.nia) s.f. Psico. melancolia mórbida; loucura triste, que pode levar ao suicídio. lipêmano ou lipemaníaco, adj. morbidamente melancólico, gravemente deprimido; extremamente triste, pesaroso. [do lat. lypemania, formado do greg. lýpé = pena, tristeza e manía = mania, loucura]

Patentes patéticas (nº. 96)

image

Por mais patéticas que tenham sido, as 95 patentes apresentadas ao menos se esforçaram para tentar resolver algum problema de ordem prática (mas que geralmente já tinham soluções mais simples). Uma patente dedicada à confecção simplificada de mapas mais precisos pode parecer algo mais sério e mais útil. Esse seria o caso de Map (profile) of Earth’s continents and methods of manufacturing world maps [Mapa (perfil) dos continentes da Terra e métodos de manufatura de mapas-múndi]. Mas a seriedade e utilidade dessa patente acaba no fim do parágrafo-resumo: (mais…)

Da Vinci 2.0

Quem nunca ficou rascunhando ideias no fim de um caderno ou fez desenhos aleatórios enquanto fala ao telefone? Leonardo da Vinci rascunhava copiosamente em folhas avulsas, cadernos e diários. Entre um desenho e outro, o polímata italiano esboçava noções de astronomia e perspectiva, cálculos matemáticos, ideias filosóficas e projetos de Leia mais…