Desconstruindo Gödel

Kurt Gödel podia ser bem paranoico às vezes — motivos para isso não lhe faltavam. Por Romeo Vitelli, no Providentia. Tradução de Renato Pincelli. Nascido em 1906, no que então era o Império Austro-Húngaro, ele se tornou cidadão da Checoslováquia aos 12 anos, quando a Austria-Hungria se esfacelou. Após sobreviver a Leia mais…

Um gigante desconhecido

Pesquisadores da Áustria e dos Estados Unidos descobrem um vírus enorme numa usina de tratamento de esgoto. A descoberta pode esclarecer qual é a origem desses vírus descomunais. Eles costumam ser tão minúsculos que só foram vistos pela primeira vez nos anos 1940, em microscópio eletrônico e de raios-X. São Leia mais…

O que andei vendo no Netflix em janeiro

Não vi tantos documentários quanto esperava neste mês de férias. Em parte foi por ter considerado poucas as estreias do gênero no Netflix, em parte por ter precisado estudar para um processo seletivo. Em compensação, escrevi bastante sobre o que vi, dos meninos do subcontinente indiano às meninas da programação, começando com o que fiquei devendo no mês passado: (mais…)

Mais quatro na turma do fundão

periodic table

Essa mesa vai precisar de mais lugares.

Se o universo fosse uma sala de aula, a lista de chamada bem poderia ser a tabela periódica dos elementos. Como uma lista de chamada, a tabela contém nomes e números e, de tempos em tempos, precisa ser modificada quando aparece algum novato na sala. Este ano, chegaram mais quatro à turma do fundão. (mais…)

Rose Mackenberg, a caça-fantasmas

rose

As sucessivas catástrofes e misérias humanas da Primeira Guerra Mundial e da Gripe Espanhola causaram reações opostas no começo do século XX. Enquanto muitos se desencantaram completamente, perdendo a fé que tinham, outros se voltaram para o espiritualismo. De um lado do Atlântico, Sir Arthur Conan Doyle [1859-1930] abraçava o espiritismo, tornando-se um de seus mais ardentes propagandistas. Do outro lado, o ilusionista e cético Harry Houdini [1874-1926] formava um time para caçar pessoas que se passavam por médiuns para extorquir dinheiro de gente emocionalmente vulnerável. (mais…)

As terríveis revelações de Maria Monk

nickell-maria-monk-fb

[Traduzido de Awful Disclosures, publicado pelo Dr. Romeo Vitelli em Providentia]

Foi em 1836 que se publicou em Nova York um livro que parecia uma bomba de efeito moral. Em The Awful Disclosures of Maria Monk or The Hidden Secrets of a Nun’s Life in a Convent Exposed [As terríveis revelações de Maria Monk ou Os segredos ocultos da vida de um convento de freiras expostos] uma suposta ex-monja apresentava descrições lúgubres de sua vida num convento de Montreal e da exploração sexual à qual foi submetida naquele lugar. (mais…)

A salvação de Ezra Pound

Ezra_Pound

[tradução de Saving Ezra Pound, publicado pelo Dr. Romeo Vitelli em Providentia]

Em 1945, o fim da II Guerra Mundial foi um tempo não só de celebração mas também de penitências. Enquanto os julgamentos de Nuremberg para os criminosos de guerra nazistas estavam sendo planejados, os processos contra os colaboracionistas avançavam rapidamente. Na Grã-Bretanha, o julgamento de William Joyce (a.k.a. Lord Haw-haw), acusado de traição por fazer propaganda nazista pelo rádio, terminou com sua execução em 1946. Mas ainda havia Ezra Pound(mais…)

Legítima defesa de quem?

Parece razoável concordar que todo mundo tem direito a viver. Mas também parece razoável que uma pessoa abre mão de seu direito à vida quando ameaça a vida de um terceiro. Para os defensores da pena de morte, nesse caso seria admissível matar o matador. Mas e quando há mais Leia mais…

Skip to content