hyper-recomendações #2

Uma série de investigação médica, um livro de Oliver Sacks e meu programa favorito para as tardes de sábado Série Documental Diagnóstico [2019 | 1 temporada | Netflix] — O que há em comum entre uma jovem estudante de enfermagem, um ex-mecânico de tanques de guerra, uma garotinha de seis anos e uma adolescente no fim […]

hyper-recomendações #01

As últimas edições de O que andei vendo no Netflix em… ficaram cada vez mais curtas e menos regulares. Sinto que o formato — basicamente dicas de documentários no Netflix — se esgotou. Depois de cerca de dois anos, é hora de encerrar aquela série e dar início a outra. Nestas hyper-recomendações, vou fazer indicações […]

O que andei vendo no Netflix em maio

Três faces da vida humana: um cantor de polca ambicioso e trapaceiro, um grupo de garotas encarceradas e as dicas de Bear Grills para não perder a vida Documentário The Man Who Would Be Polka King [EUA | 2009 | 67 min.] — Para alguns da comunidade polonesa da Pensilvânia, Jan Lewan foi o Elvis da […]

O que andei vendo no Netflix em março e abril

Ou não. Na verdade aqui vão algumas recomendações do que vi já faz tempo mas que ainda não tinha resenhado. Direto da sessão “Assistir Novamente”.   Filme Pequenos Gângsteres [West Coast | FRA | 2016 | 80 min] — Quando se pensa em gangsta rap, você deve se lembrar da Califórnia, não de uma cidadezinha […]

O que andei vendo no Netflix em janeiro

Três variações sobre o tema da arte: a arte de criar e vender brinquedos, a ciência que investiga falsificações artísticas e a arte como porta de entrada para os imigrantes recém-chegados aos EUA. E pluribus unum: o sonho americano [Out of Many, One: the immigrant’s story | 34 min. | 2018] — A fila contorna […]

O que andei vendo no Netflix em agosto e setembro

Celebridades que morrem aos 27, celebridades que saem para tomar café, celebridades que transformam a casa em pensão. E ainda: as memórias de ex-agentes infiltrados e passeios guiados por nossos parques nacionais. 27: Gone too soon [2017 | 70 min.] — Se olharmos para a história da música no último século, centenas ou milhares de artistas […]

O que andei vendo no Netflix em julho (e junho)

Um mergulho no Pacífico peruano, arquitetura e decoração dos dois lados do Atlântico, a dubiedade de confissões gravadas, um guia explicativo de atualidades e a volta de Bill Nye Pacificvm: el retorno al oceano [Pacífico: retorno ao oceano | 74 min | 2017] — Mais lembrado pelas ruínas de Machu Picchu e pelos Andes, o […]

O que andei vendo no Netflix em maio

Disputas para todos os gostos: Homem contra Inteligência Artificial, a concorrência entre PCs, surfistas versus uma tempestade ártica e carros envenenados na pista com super-esportivos. AlphaGo [90 min. | 2017] — Contas brancas e pretas que se alternam sobre um tabuleiro de madeira quadriculado. Essa é a essência do Go, um milenar jogo oriental, praticado […]

O que andei vendo no Netflix em fevereiro

Para os que têm tão pouco tempo quanto o segundo mês do ano, recomendamos quatro documentários curtos, que vão das marcações numéricas do Holocausto à capital americana das overdoses Numerado (55 min., 2012) — Leo Luster traz uma tatuagem no antebraço esquerdo: B11647. Não haveria nada de extraordinário nisso, agora que tatuagens são mais aceitas […]

Animes que me animam (vol. 4)

Uma prisão carnavalesca, o trabalho de funcionários públicos e criadores de games, um malandro transformado em professor, as aventuras de um gênio da medicina-legal e o drama de um tira com alma feminina Animes NANBAKA [2016-17 | 2 temporadas | Crunchyroll] — Que visual teria um anime ambientado numa prisão de segurança máxima cheia de […]

Próxima página »
Skip to content