Volóchinov, Marighella e o camarão de Wagner Moura

10 de janeiro de 2022 2

“Quero ser apenas um entre os milhões de brasileiros que resistem”(Carlos Marighella) Enquanto escrevo esse texto, no dia 04 de dezembro, data em homenagem a Orixá Iansã (rainha dos ventos, raios e tempestades), vejo um vídeo nas redes sociais com a primeira-dama do país saltitante a gritar “glória a Deus, aleluia, aleluia”, em razão da aprovação do Sr. André Mendonça ao cargo de juiz do Superior Tribunal Federal (STF). É, segundo os próprios seres que choram e rezam no vídeo, um feito histórico, pois trata-se de um representante terrivelmente evangélico Postagem Completa

O Spoiler como discurso

22 de dezembro de 2021 2

Sobre as estratégias de marketing na Divulgação Científica – Spoiler e seu uso político “Mas, o que há, enfim, de tão perigoso no fato de as pessoas falarem e de seus discursos proliferarem indefinidamente? Onde, afinal, está o perigo?” (FOUCAULT, 1996 p.08) Durante o trabalho de divulgação científica sobre a COVID-19 que realizamos no Blogs de Ciência da Unicamp, por diversos momentos, me peguei refletindo sobre essas mesmas duas perguntas que Foucault faz no início de A Ordem do Discurso.  É claro que lá em 1970, época em que essa Postagem Completa

Emoções e Linguagem na Educação e na Política – Parte 2

18 de janeiro de 2021 0

Alguns pontos de vista (parte 2) – Por Vinícius Nunes Alves Se você gostou da primeira parte da resenha do livro Emoções e Linguagem na Educação e na Política (2002) do Humberto Maturana, vale conferir agora a sua continuação. Linguagem, emoções e ética nos afazeres políticos O segundo capítulo recebe o título de “Linguagem, emoções e ética nos afazeres políticos” e começa considerando a reflexão como um outro condicionante da linguagem, ou seja, se não há reflexão sobre o que se coordena corporalmente, não ocorre linguagem. Uma vez na linguagem, Postagem Completa

A linguagem e a comunicação: Reflexões sobre o filme ‘A Chegada’

8 de setembro de 2020 6

Enquanto os personagens principais tentam se comunicar com os alienígenas, há uma pressão tanto dos militares quanto da mídia por respostas imediatas sobre o propósito dos heptapodes na Terra. Enquanto essas respostas não vêm, a tensão só aumenta por medo do desconhecido. Caroline Marques Maia O Filme: Uma série de 12 naves alienígenas chega à superfície da Terra sem alardes, em diferentes pontos do globo. Imediatamente, a mídia começa a bombardear notícias sobre esse acontecimento e o caos, em função do medo, começa a se instalar entre as pessoas. Enquanto Postagem Completa