Anatomia Aplicada – Prótese de Joelho

A Osteoartrite (OA) é a causa mais frequente de dor crônica em adultos. O joelho é a articulação mais frequentemente atingida pela OA. Trata-se de um problema de saúde pública mundial. O envelhecimento está ligado ao aumento da incidência da doença, mas veja bem! O envelhecimento não é a causa! Existem diversas causas, tais como traumas, infecções, obesidade e reumatismos. Não existe até o presente uma cura. O que podemos fazer é minimizar a dor.

Dentre as opções de tratamento para diminuir a dor, a opção é sempre pelos mais seguros: perda de peso e fortalecimento muscular. Quando não funciona, optamos pelos medicamentos, que podem ser de aplicação local, oral ou até intra articular. Se isto não funcionar, aí em último caso apelamos para as cirurgias. Dentre as diversas técnicas, a mais eficaz é a artroplastia do joelho com colocação de uma prótese. 

Não quero discutir aqui os riscos e benefícios da prótese, nem quem deve ou não colocar uma. Meu objetivo nesta postagem é mostrar que a Anatomia é a ciência básica da Medicina. Para a realização de uma prótese de joelho, o cirurgião precisa de uma conhecimento detalhado da Anatomia. Alguns conceitos interessantes:

 

  1. Os compartimentos do joelho:

No adulto, o joelho forma uma cavidade única, mas no feto ele é dividido por septos em 3 cavidades separadas: o compartimento anterior, o lateral e o medial. Cada compartimento possui estruturas próprias:

Compartimento anterior: patela e troclea do fêmur;

Compartimento medial: côndilo medial do fêmur, planalto tibial medial e menisco medial;

Compartimento lateral: côndilo lateral do fêmur, planalto tibial lateral, menisco lateral e tendão poplíteo.

Para cada compartimento existe uma prótese específica. São as chamadas próteses unicompartimentais. 

Se dois ou tres compartimentos estiverem doentes, aí usamos as próteses totais.

 

2) O eixo mecânico do membro inferior:

Também conhecida como linha de Mikulicz. Liga o centro do quadril ao centro do tornozelo. Em um joelho normal, a linha passa no centro do joelho.

Quando a linha passa mais para lateral, temos a deformidade em VALGO, caracterizada pelo afastamento dos pés da linha média do corpo com consequente aproximação dos joelhos um do outro. Por isso o apelido “JOELHO EM X”. No joelho algo ocorre a sobrecarga do compartimento lateral.

Quando a linha passa mais para medial, temos a deformidade em VARO, que é o contrário da anterior. Ocorre a sobrecarga do compartimento medial.

 

Figura 1: deformidades do joelho. Fonte: Fotolia.

 

Em 80% dos casos, a deformidade é do tipo VARO. O sucesso da cirurgia depende do correto alinhamento do eixo mecânico, que deve passar no centro da prótese, para evitar sobrecarga unilateral e consequente soltura precoce do implante. Uma prótese normal deve durar em torno de 15 anos. Se ela estiver mal alinhada, irá durar muito menos.

Figura 2: Eixos mecânicos dos membros (linhas vermelhas). Joelho esquerdo alinhado. Joelho direito com deformidade em VALGO. Fonte: arquivo pessoal do autor.

Além disso, para cada deformidade existe um procedimento diferente para a correção das contraturas musculares e ligamentares. Isso é chamado de balanço ligamentar. Junto com o alinhamento da prótese, o correto balanço ligamentar é essencial para garantir a durabilidade do implante. Esta é a maior diferença do joelho em relação ao quadril.

3) O Ligamento Cruzado Posterior (LCP)

O LCP tem duas funções: uma mecânica e outra elétrica: ele restringe a posteriorização da tíbia e envia sinais para o cérebro sobre o posicionamento da articulação (sensibilidade proprioceptiva).

Quando fazemos a prótese total, podemos escolher entre dois modelos:

CR (cruciate retaining) – significa manter o LCP intacto. A vantagem é a preservação da sensibilidade proprioceptiva, com melhora da marcha e de movimentos como subir degraus. Além disso, precisaremos retirar menos osso para colocar a prótese. Sempre evitamos tirar osso para que na próxima troca, se for necessária, não haja falta. Isso é chamado de preservação do estoque ósseo. 

CS (cruciate sacrificing) – significa remover o LCP. Esta alternativa é a mais usada, por mais ilógico que possa parecer. É porque neste caso facilita o correto balanço ligamentar, já que sobram só os 2 colaterais. O LCA é sempre removido. Em deformidades grosseiras, é a melhor opção. Como no Brasil a fila de espera desta cirurgia é uma das maiores do SUS, acabamos muitas vezes operando deformidades tão graves que os ortopedistas norte-americanos ficam impressionados nos congressos. Lá eles acabam usando muito mais a CR.

 

4) O aparelho extensor do joelho:

Só existem duas contra-indicações absolutas para a colocação de uma prótese: Falta de força no aparelho extensorInfecção articular ativa.

O que é esse tal de aparelho extensor?

Músculo quadríceps

Tendão quadricipital

Patela

Tendão (ou ligamento) patelar

Tuberosidade anterior da tíbia

Essas 5 estruturas juntas formam o aparelho extensor do joelho.

Para que uma pessoa consiga andar, o aparelho extensor precisa atuar como um freio, impedindo que o joelho se dobre por ação da força da gravidade, o que levaria a pessoa a cair. Isso é chamado de Contração Excêntrica do quadríceps. Sem isso não dá para andar.

 

 

 

Alessandro Zorzi

Médico ortopedista e pesquisador na UNICAMP e no Hospital Albert Einstein, com mestrado e doutorado em ciências da cirurgia pela UNICAMP e especialização em pesquisa clínica pela Harvard Medical School.

3 thoughts on “Anatomia Aplicada – Prótese de Joelho

  • 22 de outubro de 2020 em 19:18
    Permalink

    boa noite, mt bom os esclarecimentos para artroscopia do joelho, parabéns

    Resposta
    • 24 de outubro de 2020 em 17:21
      Permalink

      Obrigado Valdelir.

      Resposta
    • 11 de outubro de 2021 em 21:47
      Permalink

      Oi boa noite Dr Alessandro zorzi tudo bem, eu li tudo sobre as protex e sobre vc, então ti peço por caridade me ajudar eu preciso de colocar protex no meus joelhos e não tem condições.que o senhor Jesus Cristo te proteja e te cubra de muitas bençãos na sua vida e de sua família também, obrigado se Sr conseguir ler essa mensagem.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content