hypercubic.exe not responding. Reboot?

Mais de um ano de inatividade. Como um computador travado, é preciso reiniciar.

Reboot: na informática, consiste em reinicializar um sistema operacional, geralmente como forma de resolver um funcionamento deficiente. No mundo do entretenimento, é uma estratégia de renovação de conteúdo, com ou sem manutenção dos elementos antecedentes.

O Hypercubic não é um sistema operacional, mas não tem sido funcional há mais de 12 meses. Tampouco este blog é uma franquia de cinema ou um seriado, mas não pode deixar de se renovar.

Temos muito conteúdo — mais de 1000 posts — produzido ao longo de mais de 10 anos. Naturalmente, como um motor de quatro tempos, passamos por uma fase de exaustão de meados de 2021 pra cá. Antes disso, a frequência já vinha caindo. Os comentários, que necessitam de aprovação, também foram ficando descuidados.

Precisamos, portanto, de um novo arranque, uma nova partida. Além de uma repaginação estética, vamos recomeçar trazendo alguns conteúdos que Este-que-vos-escreve produziu durante seu período de afastamento do blog. O objetivo é fazer o hypercubic voltar às suas raízes e ser um “hyperespaço de ideias”. Para enfatizar essa ideia de hyperespaço, vamos tentar promover uma maior integração entre o blog e perfis do autor em diferentes plataformas.

Dessa forma, alguns temas deste reboot vão ser bem diferentes. Como novos programas instalados numa atualização, teremos novidades. Vamos trazer para cá o Livre-Pensador do Dia, iniciativa de divulgação da vida e obra de praticantes do pensamento crítico de todas as épocas. Trata-se de um projeto que empreendemos no Instagram (sem muito sucesso por enquanto). Em compensação, aquele perfil vai passar a ser o espaço oficial do hypercubic no Insta. Meu canal pessoal do YouTube também vai ser transformado em veículo do blog. Essas integrações, porém, vão levar algum tempo para que eu possa fazer os ajustes necessários.

Outro possível conteúdo é relacionado ao K-Pop, pelo qual me apaixonei nos últimos anos. O K-Popices é outro projeto que comecei no Instagram e tem (parcialmente) sido satisfatório. Lá, também estamos passando por um reboot. Aqui, pretendemos ver o gênero sul-coreano sob uma ótica de divulgação científica, claro. Mas também vamos escrever resenhas com recomendações do que estamos ouvindo ou artigos explicativos sobre a cultura da Coreia do Sul. O respectivo canal que criei no YouTube também pode aparecer por aqui. Foge um pouco do escopo atual do blog, mas cheguei à conclusão de que ainda cabe naquele meu “hyperespaço de ideias”.

Programas antigos do nosso sistema (ou personagens clássicos do nosso universo narrativo) também devem ser atualizados. Pensei em dar fim a séries como Em uma Palavra, Conflitos Esquecidos e Memória Fotográfica. No entanto, optei por mantê-los — ainda que de maneira menos regular ou frequente. Ainda não sei se vou retomar as Patentes Patéticas. Por mais divertido que seja escrever sobre invenções insólitas e de utilidade duvidosa, isso exige muita pesquisa e eu já não tenho tanto tempo e energia quanto antes. Uma terceira possibilidade é retomar a tradução eventual de contos de ficção científica.

Evidentemente, os artigos de divulgação científica e tecnológica — com um toque de humor — não vão ser alterados. Os primeiros textos desse reboot devem ser deste tipo, com material elaborado anteriormente, mas ainda não publicado por um motivo ou outro. Recomendações do tipo que fazia mensalmente em O que andei vendo em… serão retomadas em algum momento, talvez com um escopo mais amplo. Em vez de recomendar títulos da Netflix e similares, pode ser que eu indique leituras de livros ou artigos online (inclusive os textos que traduzo no Medium), canais do YouTube, perfis do Instagram ou conteúdos interessantes descobertos em arquivos públicos digitais, como o Archive.org.

Independente dos conteúdos, o que mais preciso neste momento é sentir que tenho apoio dos leitores. Sinto muito pela ausência prolongada não-planejada e sem aviso prévio. Como muita gente, passei por períodos conturbados nos últimos anos, inclusive com vários episódios depressivos que me impediram de prosseguir com o blog. Estou começando a melhorar nas últimas semanas, mas ainda tenho momentos de insegurança e incerteza. Talvez a maior mudança no hypercubic seja a inclusão desse lado mais pessoal, que sempre busquei evitar.

Aos leitores, recém-chegados ou dos velhos tempos, muito obrigado. Sobretudo agradeço aos que ainda mantêm o interesse no que escrevo mesmo depois de tanto tempo de inatividade.

Reiniciar? [S]/[N]
chevron_left
chevron_right

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comment
Name
Email
Website

Skip to content