Será o fim da tabela periódica?

Às vésperas de completar 150 anos, a tabela periódica começa a levantar dúvidas entre os cientistas sobre os seus limites. Quando apresentou ao mundo sua tabela para organizar os elementos químicos segundo suas propriedades e similaridades, Mendeleiev sabia que ela continha algumas lacunas. Em vez de se envergonhar pela incompletude, Leia mais…

Vacinas reduzem pobreza

Estudo de Harvard confirma: a vacinação das pessoas de baixa renda impede o empobrecimento causado por problemas de saúde. Para quem tem pouco dinheiro, ficar doente é muito mais que uma dor de cabeça passageira. As despesas decorrentes do tratamento custam caro e pesam mais no orçamento de quem tem Leia mais…

Parque Antártica

Menos de 1% da área do continente antártico é coberta por vida vegetal, mas isso está começando a mudar. E há um bom motivo para se preocupar. A Península Antártica está no centro das atenções de quem acompanha as mudanças climáticas por causa do risco, cada vez maior, do desprendimento Leia mais…

Trump, o presidente IgNobel

Antes mesmo de completar uma semana na Casa Branca, Donald Trump já foi agraciado com o prêmio mais engraçado importante do ano. Ou não. A premiação foi surpreendente até mesmo para o Improbable Research, blog responsável pelo IgNobel. Em post publicado ontem (25/01), o comitê do IgNobel comunicou ter recebido Leia mais…

IgNobel 2016: as pesquisas mais improváveis do ano

Existem pesquisas científicas que parecem engraçadas, dignas de cientistas malucos de desenhos animados. Botar calças em ratos, se coçar diante do espelho, fazer perguntas aos mentirosos (e acreditar nas respostas), observar e descrever o mundo de cabeça pra baixo. Todas essas são, na verdade, pesquisas científicas bem sérias. E ninguém as leva tão a sério quanto a revista Annals of Improbable Research, que acaba de premiar esses trabalhos com o IgNobel.

Realizada ontem à noite na Universidade de Harvard tendo como tema o Tempo, a 26ª. cerimônia de premiação do IgNobel foi bagunçada como já é tradição. Foram proferidas as palestras 24/7 (uma descrição técnica em 24 segundos seguida de um resumo em 7 palavras) e apresentada a ópera The Last Second (sobre um complô para acrescentar um segundo extra em todos os relógios do mundo e ganhar dinheiro com isso). Em meio a duas chuvas de aviõezinhos de papel e um campeonato de jogo-da-velha com um neurocirurgião, um cientista de foguetes e cinco laureados da versão chata do IgNobel (o Prêmio Nobel), foram anunciados os ganhadores em 10 categorias: (mais…)

Mais quatro na turma do fundão

periodic table

Essa mesa vai precisar de mais lugares.

Se o universo fosse uma sala de aula, a lista de chamada bem poderia ser a tabela periódica dos elementos. Como uma lista de chamada, a tabela contém nomes e números e, de tempos em tempos, precisa ser modificada quando aparece algum novato na sala. Este ano, chegaram mais quatro à turma do fundão. (mais…)