O estica-e-puxa de TRAPPIST-1

Esta concepção artística mostra a eterna alvorada em TRAPPIST-1f, numa área que poderia ser habitável. No céu, veem-se outros mundos bem próximos, 1e (crescente menor), 1d (crescente maior) e 1c (pontinho brilhante junto ao sol).

Esta concepção artística mostra a eterna alvorada em TRAPPIST-1f, numa área que poderia ser habitável. No céu, veem-se outros mundos bem próximos, 1e (crescente menor), 1d (crescente maior) e 1c (pontinho brilhante junto ao sol). [Imagem: NASA/Caltech]

Enquanto seu sol emite partículas muito energéticas, os sete planetas desse sistema trocam influências gravitacionais entre si. Dependendo das condições, esse ambiente pode facilitar ou complicar o surgimento da vida.

No final de 2015, o Transiting Planets and Planetesimals Small Telescope, um telescópio robótico belga instalado no Chile, encontrou seu primeiro sistema planetário. Batizado de TRAPPIST-1, esse sistema — situado a 40 anos-luz daqui, na constelação de Aquário — poderia ser logo esquecido como o começo de um longo catálogo, mas chamou a atenção porque observações subsequentes revelaram que ali existe um conjunto de sete planetas terrestres. (mais…)

Uma Ponte feita de Estrelas

Junte duas galáxias anãs ao redor da Via Láctea, acrescente forças de maré e a resistência de uma corona. Reserve por milhões de anos e o resultado é uma ponte estelar recém-descoberta. Desde tempos imemoriais, os humanos cruzam alguns rios por meio de pontes formadas natural ou artificialmente pela disposição Leia mais…

Nanomotores salgados

Parece uma imagem ruim de uma árvore vista de baixo, mas é a emissão de micropropulsor iônico vista ao microscópio. [imagem: Kurt Terhune/Michigan Tech]

A miniaturização tecnológica operou maravilhas na Terra nas últimas décadas — e graças à crescente diminuição de componentes eletrônicos que você pode levar no bolso um smartphone equivalente a uma máquina fotográfica, máquina de escrever, computador, jukebox e telefone. Agora que alcançamos os limites da miniaturização na Terra, o desafio é mandar essa tecnologia para o espaço. (mais…)

A harmonia de quatro mundos

Kepler-223

Kepler-223 e seu quarteto de planetas.

UM DOIS TRÊS QUATRO, UM DOIS TRÊS QUATRO, UM DOIS TRÊS QUATRO… É mais ou menos assim, numa espécie de compasso quaternário, que giram os quatro grandes planetas gasosos do sistema Kepler-223. Embora seja diferentes de Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, o ritmo desses quatro planetas pode ser bem semelhante às ressonâncias que haviam nos gigantes dos primórdios do nosso sistema solar. (mais…)

Dois gigantes excêntricos

HD 80606b

O férvido HD 80606b, agora o segundo entre os planetas mais excêntricos. [Imagem: NASA/JPL-Caltech]

Eles são grandes, brilhantes, vistosos e andam de um jeito esquisito. Alternam períodos de adoração ao sol com mergulhos nas profundezas da escuridão. Chamam a atenção dos observadores mesmo a anos-luz de distância. Não, não são os excêntricos lordes ingleses. Estamos falando de planetas gigantes excêntricos. (mais…)

Um rascunho de videogame de Sagan

Speace Invaders V.1 by Lexis-Barant

Um dos telejogos mais antigos que existem é o Space Invaders. Lançado em 1978 nos arcades japoneses e dois anos depois no Atari 2600, seus gráficos de 8-bit mostram apenas uma nuvem de icônicos alienígenas quadriculados que devem ser abatidos com pixels de laser. Jogo de saudosa memória para muita gente e inspirado em Guerra dos Mundos e Star Wars, Space Invaders não parece ter agradado ao autor de Cosmos.

Ao contrário de muita gente na época, que demonizava os jogos eletrônicos, Carl Sagan reconheceu o potencial dos games para educar enquanto entretém. No entanto, Sagan não tinha muito idéia de como começar a projetar um jogo. Suas exigências de um jogo “astronomicamente correto” estavam além das possibilidades técnicas da época.

No rascunho datilografado em duas páginas que traduzimos a seguir — arquivado como “confidencial” entre as “viagens de ideia” do astrônomo-comunicador —, Sagan imagina o que seria um jogo ideal para ensinar astronomia “num contexto tão excitante quanto o de videogames mais violentos” e no qual o objetivo seria revirar a galáxia em busca de um contato: (mais…)