Dicionário Compartilhado de Língua de Fronteira

Por Verli Petri

O Dicionário Compartilhado de Língua de Fronteira compilou palavras e expressões utilizadas na região fronteiriça entre Brasil e Argentina, na cidade brasileira Itaqui-RS. O principal objetivo foi criar condições de visibilidade e de prática linguística para que os sujeitos que habitam em região de fronteira, na cidade de Itaqui – RS, percebam sua condição de falantes de uma língua que se constitui e circula entre o português e o espanhol.

A iniciativa mobilizou alunos do ensino fundamental das escolas de Itaqui-RS. O material foi produzido por crianças de duas escolas estaduais e deu lugar à publicação de dois dicionários que apresentam a língua compartilhada entre os sujeitos de fronteira de uma região sul-rio-grandense que faz divisa com a Argentina.

Os dois dicionários são resultado de um projeto de ensino-pesquisa-extensão que foi planejado e desenvolvido pela parceria feita entre o Programa de Educação Tutorial – Letras (PET) e o Programa de Escolas Interculturais de Fronteira (PEIF), financiados pelo MEC, sediados na Universidade Federal de Santa Maria, no período de 2014 e 2015, culminando com o lançamento das obras impressas em 2016. O material impresso teve ampla divulgação, porém contou com um número de exemplares limitado.

Agora, esse rico material foi disponibilizado de forma digital com acesso aberto.

Acesse a versão online dos dois Dicionários clicando aqui .

Trata-se do fruto de um belo trabalho feito pelos alunos das escolas de fronteira  e para eles, que evidencia essa “língua de fronteira” que muitas vezes é deixada às margens por uma parcela da população, bem como fica invisível para a maioria das iniciativas governamentais.

Assista ao vídeo de apresentação dessas obras clicando aqui.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*