E aí pessoal? Como estão.

No dia que este texto é publicado, existe uma situação de quarentena devido ao coronavírus. Fiquem em casa quando puder, e escutem sempre os especialistas em relação ao coronavírus e como preveni-lo.

Esse texto é para abordar o consumo de energia atual (ano de 2019) e o correspondente estado de pandemia.

Covid-19 Vírus Coronavírus - Imagens grátis no Pixabay

Contextualizando

Segundo o recente relatório da OMS, o consumo de energia no geral tem previsão de queda de 0,9% em 2020, sendo que a previsão anterior era um aumento de 4,2%. Tanto que na segunda quinzena de março desse ano, o consumo de energia caiu 8%, sendo que 9,4% é correspondente ao mercado livre de energia e 7,4% do mercado cativo (comércio de rua e residências)[1][2].

Isto pois o consumo das outras classes, como o comercial, diminuíram, com exceção do consumo residencial, que aumentou. No consumo residencial, por exemplo, o uso da internet aumentou, tendo em vista compras virtuais, serviços de streaming (Netflix), dentre outros[3][4]. Como as pessoas estão ficando mais em casa, é normal que o consumo de energia aumente nesses locais.

Inclusive, devido a essa crise, há projetos sendo implementados, como suspensão de pagamento de contas básicas, como a de luz, água, dentre outras[5].

Futuro

Bem, o futuro não se sabe muito dele ainda, mas pode-se fazer as previsões:

– Aumento em investimento em sistemas de ventilação, de forma que eles previnam que as pessoas contraiam o coronavírus. As aplicações seriam em veículos públicos, como o metro, ou em locais de trabalho[6]. Nunca se sabe quando uma nova pandemia irá surgir.

– Incentivo maior a fontes renováveis de energia, tais que elas possam suprir parte do consumo de energia do usuário (inclusive em sistemas não conectados a rede elétrica). Tal medida visa a redução das suas contas, tendo em vista que situações como essa aumentam o consumo doméstico[7].

– Maior educação energética, de forma a orientar as pessoas a reduzir ou otimizar seu consumo. Neste mesmo blog, há uma série sobre dimensionamento de fontes de energia, cujo primeiro texto trata sobre o consumo dos aparelhos de cada local. Tal texto é importante para se ter uma noção do estudo de consumo.

Mais alguma previsão? Deixe nos comentários. Até a próxima.

Referências

[1] PAMPLONA, Nicola, Consumo de energia cai 8% em primeiras semanas de isolamento por coronavírus, Folha de São Paulo, disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/04/consumo-de-energia-cai-8-em-primeiras-semanas-de-isolamento-por-coronavirus.shtml>, acesso em: 5 abr. 2020.

[2] LIS, Laís, Coronavírus: isolamento social altera horário de pico de consumo de energia, diz governo, G1, disponível em: <https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/04/02/coronavirus-isolamento-social-altera-horario-de-pico-de-consumo-de-energia-diz-governo.ghtml>, acesso em: 5 abr. 2020.

[3] PEZZOTTI, Renato, Estudo aponta tendências do “novo consumo” em tempos de coronavírus, UOL, disponível em: <https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/20/estudo-aponta-tendencias-do-novo-consumo-em-tempos-de-coronavirus.htm>, acesso em: 5 abr. 2020.

[4] OLIVEIRA, Priscilla, Coronavírus altera hábitos de consumo e impacta mercado, Mundo do marketing, disponível em: <https://www.mundodomarketing.com.br/ultimas-noticias/38582/coronavirus-altera-habitos-de-consumo-e-impacta-mercado.html>, acesso em: 5 abr. 2020.

[5] GUEDES, Aline, Projetos preveem suspensão da cobrança de contas básicas durante crises, Agência Senado, disponível em: <https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/03/25/projetos-preveem-suspensao-da-cobranca-de-contas-basicas-durante-crises>, acesso em: 5 abr. 2020.

[6] CONCA, James, The Coronavirus pandemic and the long-term energy outlook, Forbes, disponível em: <https://www.forbes.com/sites/jamesconca/2020/03/31/the-coronavirus-pandemic-and-the-long-term-energy-outlook/#5015fa8c7d39>, acesso em: 5 abr. 2020.

[7] BAHAR, Heymi, The coronavirus pandemic could derail renewable energy’s progress. Governments can help., International Energy Agency – IEA, disponível em: <https://www.iea.org/commentaries/the-coronavirus-pandemic-could-derail-renewable-energy-s-progress-governments-can-help>, acesso em: 5 abr. 2020.

logo_

Os argumentos expressos nos posts deste especial são dos pesquisadores, produzidos a partir de seus campos de pesquisa científica e atuação profissional e foi revisado por pares da mesma área técnica-científica da Unicamp. Não, necessariamente, representam a visão da Unicamp. Essas opiniões não substituem conselhos médicos.

editorial

Rafael Henrique

Sou graduado em Engenharia de Energia pela PUC Minas. Recentemente, concluí o mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela UNICAMP. Decidi dar inicio a este blog, com o intuito de abrir o espaço de divulgação científica relacionado a energia e seus temas relacionados.

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content