‘A Chegada’ dos linguistas na telona

Cartaz do Filme "A Chegada"

O cinema e as profissões

A popularidade de algumas profissões pode, de certa forma, ser medida através do quão destacadas elas são pelo cinema. Felizmente, algumas áreas científicas têm sido contempladas nestas aparições. E não, não estou falando de documentários ou das adaptações sobre a vida de Stephen Hawking ou do Alan Turing, mas sim de roteiros de ficção que se desenvolvem em volta de um personagem cientista.

Quem aqui nunca se interessou pela Biologia e pela Paleontologia após o sucesso do Parques dos Dinossauros? E quantos arqueólogos não se formaram graças ao Indiana Jones? Isso para falar apenas dos mais famosos. Eis que no próximo dia 24 de novembro, estreia no Brasil “A Chegada”, um filme de ficção científica em que a protagonista é…. uma linguista!

Sobre o filme

Sem dar muitos spoilers, o filme apresenta inicialmente a reação de diversos governos do mundo que amanheceram com alguns OVNIS sobrevoando seus territórios. O governo americano, além de suas tropas, convoca também dois cientistas. Um deles é o físico Ian Donnelly (Jeremy Renner) e, o outro, a linguista Louise Banks (Amy Adams). Apesar de terem em comum o fato de serem cientistas e de se destacarem em suas respectivas áreas, os dois personagens apresentam posições antagônicas em um aspecto. Para o físico, a ciência é a responsável pela união entre os povos. Para a linguista, este é o papel da linguagem. Esta posição parece ser uma das chaves do roteiro de Eric Heisserer e dirigido pelo canadense Denis Villeneuve.

Vale destacar que, ao contrário dos grandes heróis imponentes de diversos roteiros de ficção científica, Louise Banks é uma mulher comum, professora universitária que jamais imaginou estar em tal situação. Em meio a este grande desafio, o longa metragem, além de nos divertir com os ‘efeitos espaciais das naves especiais’, também é recheado de cenas de drama sobre a vida pessoal da protagonista, apresentando uma bela história de amor… não no sentido romântico da coisa, mas amor pela família e também pela profissão, como todos nós do #Linguistica buscamos deixar transparecer para vocês leitores.

O que esperar de A Chegada

Para fechar, é empolgante saber que um filme sobre uma linguista tem tido uma excelente recepção e avaliação entre os expectadores e especialistas nos Estados Unidos, muitos deles destacando a convincente atuação de Amy Adams, antecipando uma indicação ao Oscar. Além da apreciação em sites e revistas sobre cinema, diversas revistas científicas como a Science (e até as de “entretenimento” como a PlayBoy) vêm destacando a obra. Em breve, o Brasil irá aos cinemas novamente e, desta vez, sairá conhecendo um pouquinho mais sobre o trabalho de um linguista. E quem sabe, Louise Banks não será o símbolo da Linguística nos cinemas, assim como um Indiana Jones.

FICHA TÉCNICA: IMDB


Título original: Arrival (no Brasil, A Chegada)
Direção: Denis Villeneuve
Elenco: Amy Adams, Jeremy Renner, Forest Whitaker
Distribuição: Sony
Data de estreia: 24/11/16
País: Estados Unidos
Gênero: ficção científica
Ano de produção: 2016

 

https://youtu.be/RCfCj5BxArQ

CC BY-NC 4.0 ‘A Chegada’ dos linguistas na telona by Thiago Oliveira da Motta Sampaio is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

About Thiago Oliveira da Motta Sampaio 8 Articles
Professor de Psicolinguística e Processos Cognitivos na UNICAMP; Divulgador da Ciência, Scicaster e "Spiner" (Spin de Notícias) no Portal Deviante (www.deviante.com.br); e Embaixador da Olimpíada Brasileira de Linguística (www.obling.org).

11 Comentários

    • Mais um motivo pra eu não escrever o post de crítíca (spoilers) rs.
      Queria muito escrever sobre, mas como eu estou nas duas áreas retratadas no filme (e não, não é a física a segunda área rs) eu não acho que vou conseguir escrever esse texto num blog de divulgação científica =/

    • Obrigado Andre, confesso que nunca fui muito fã de Star Trek (apenas do Star Wars) na infância, mas sabendo desse tipo de coisa me senti obrigado a saber, até pq gosto bastante de usar esse tipo de exemplo em aulas.

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.