“Contágio” surpreende e faz poster de divulgação com bactérias e fungos de verdade!

A Warner Bros. do Canadá criou uma instalação fantástica para divulgar o filme “Contágio” (Contagion). Para isso, contaram com a ajuda de microbiologistas e imunologistas de todo o mundo. Eles criaram uma mensagem escrita com microrganismos que foi exibida na vitrine de uma loja abandonada – numa noite, dotados de duas “placas de Petri” gigantes, o pessoal inoculou fungos e bactérias pigmentadas formando desenhos das letras do nome do filme e do símbolo de risco biológico.

Ficou curioso? Olha então o vídeo!

4 thoughts on ““Contágio” surpreende e faz poster de divulgação com bactérias e fungos de verdade!

  • 21 de novembro de 2011 em 16:55
    Permalink

    Oi Samir, o novo layout do blog ficou muito legal, parabéns
    E obrigado por ter colocado o Aopedavida na sua lista de blogs, sempre tem visita vindo daqui.
    Um abraço

    Resposta
  • 26 de novembro de 2011 em 19:38
    Permalink

    Oi Samir!!!
    achei uma irresponsabilidade dos diretores arriscarem a saúde da população desse jeito…e o risco de contaminação, gente??? e outra coisa….o filme num é sobre vírus? kkk

    Resposta
    • 29 de novembro de 2011 em 10:23
      Permalink

      Oi Rê!
      Eu entendo a sua preocupação, inclusive no início do vídeo eles mostram uma placa com Serratia marcescens – que por sinal é um patógeno humano. Mas todo o procedimento foi feito com a supervisão de microbiologistas e imunologistas, então creio que foram tomados o máximo de cuidado. Além disso, observe que o conteúdo das placas está isolado da rua e que o local onde foram instaladas encontra-se abandonado – mais um fator atenuador.
      Eu não vi o filme, e mal mal algum trailer – mas sim, me parece que é sobre vírus, e pelo que ouvi falar, tiveram muito cuidado com consultoria para tornar o filme extremamente verossímil – utilizando-se inclusive softwares utilizados por cientistas. Acho que a ideia aqui foi criar um momento para mobilizar a população pros microrganismos – sua velocidade de crescimento, principalmente. E vamos combinar, fazer uma placa de lise ou uma cultura em célula animal não seria apelativo para os propósitos de propaganda de um filme!
      Abraço!

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content