Estratégias para melhorar a comunicação sobre vacinas e combater a desinformação

Postagem por Dayane Machado (@DayftMachado) e Minéya Fantim (@mifantim)

Há mais de um ano, as vacinas deixaram de ser uma simples rotina na vida da população. Elas se tornaram alvo de ataques, influenciaram o desenvolvimento de redes de colaboração, atraíram o engajamento de dezenas de milhares de voluntários, viraram meme, inspiraram loterias e se tornaram um dos assuntos mais frequentes no cotidiano dos brasileiros. Apesar disso, falar sobre as vacinas de forma eficaz pode ser uma tarefa desafiadora diante do volume de desinformação circulando todos os dias.

Numa tentativa de contribuir para o enfrentamento desse problema, a equipe brasileira de tradutores do Skeptical Science acaba de lançar a versão em português para o Manual de Comunicação das Vacinas Contra a Covid-19 – Um guia prático para melhorar a comunicação sobre as vacinas e combater a desinformação.

Para baixar o Manual:

Ele foi produzido por uma rede multidisciplinar de cientistas e de voluntários e tem como público todas as pessoas que desejam saber mais:

  • 1) sobre as vacinas contra a Covid-19
  • 2) sobre como elas podem se comunicar melhor em relação a esse assunto
  • 3) sobre como reagir adequadamente à desinformação sobre as vacinas.
O acrônimo FFEST, que representa as cinco principais técnicas de negação da ciência

F – Falsos Especialistas / F – Falácias Lógicas / E – Expectativas Impossíveis / S – Supressão de Evidências / T – teorias da Conspiração

Nele, você vai encontrar dicas práticas de comunicação; conhecer os fatores que podem influenciar na adesão e na hesitação a vacinas; aprender a identificar as táticas de manipulação mais comuns quando o assunto é vacinação e conhecer estratégias para desmistificar os boatos e se proteger em relação à desinformação.

E embora o manual seja autossuficiente, ele fornece o acesso a uma página colaborativa que contém exemplos de afirmações enganosas no formato FFEST, assim como oferece contra-argumentos e informações aprofundadas que serão atualizadas sempre que novos conhecimentos sobre o tema estiverem disponíveis.

Além de materiais mais detalhados como o Manual da Desmistificação e o Manual das Teorias da Conspiração, o Skeptical Science oferece recursos rápidos como folhetos e listas que resumem, por exemplo, os mitos mais usados para negar a ciência. Em breve, também teremos a versão em português para o Cranky Uncle, um jogo que permite a “inoculação” do usuário, ou seja, expõe o jogador a doses seguras de desinformação para que ele aprenda a identificar os boatos e as técnicas de manipulação com maior facilidade — e se divertindo. 

Saiba mais:

Para baixar:

 

 

Sobre Erica Mariosa
Erica Mariosa Moreira Carneiro – Graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2003), Pós Graduada em Jornalismo Científico pelo Labjor/Unicamp, Mestra em Divulgação Científica e Cultural pelo Labjor/Unicamp e Doutoranda em Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática pelo PECIM/UNICAMP. Possui experiência na área de Divulgação Científica, atuando principalmente nos seguintes temas: divulgação cientifica, comunicação, relações públicas, mídias sociais e blogs de ciência. Participa como coordenadora da comunicação do projeto Blogs de Ciência da Unicamp como divulgadora científica, administradora e palestrante, desde 2016.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*