Sobre Ana Arnt 20 Artigos
Bióloga, Mestre e Doutora em Educação. Professora do Instituto de Biologia da UNICAMP e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PECIM). Pesquisa e da aula sobre História, Filosofia e Educação em Ciências, e é uma voraz interessada em cultura, poesia, fotografia, música, ficção científica e... ciência! ;-)

4 Comentários

  1. Não consigo nem descrever o sentimento de tristeza que tomou conta de mim desde que eu li a primeira notícia sobre esta tragédia… e essa sensação só foi piorando ao longo do dia! É quase inacreditável, um pesadelo… Uma perda incalculável para toda a humanidade! 🙁
    E o pior foi relembrar de todos os outros incêndios recentes que destruíram patrimônios históricos, culturais e científicos, e perceber que a comoção gerada por essas tragédias costuma durar apenas alguns dias, e depois, o discurso do “novo” retorna, e o passado volta a ser ignorado. E nada é aprendido. Clássico. Mais uma daquelas tragédias anunciadas que ficamos apenas aguardando acontecer. E agora? Não dá mais para ficar esperando a próxima tragédia.
    Que tal nos reunirmos (nós dos blogs) para levantar algumas ideias sobre o que podemos fazer???

    • Sim, Carol!!! Também tenho essa sensação de impotência e incredulidade…

      Estava pensando, além do coletivo sobre política que vem aí, começarmos a articular ações com outros coletivos de divulgadores e cientistas para cobrar propostas e políticas mais precisas sobre o nosso trabalho…

      Mas ainda acho pouco. Acho que sabemos cobrar pouco e divulgamos muito pouco ainda…

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*