Últimos posts na rede Blogs Unicamp:

Razões para manter a esperança sobre o clima neste Natal
Dia 16/dezembro/23 em Natureza Crítica
As festas de fim de ano se aproximam e a retrospectiva de 2023 deve registrar o ano mais quente na história, com o possível recorde de temperatura 1,4 °C acima dos níveis pré-industriais, segundo a Organização Meteorológica Mundial (WMO). Foram tantos alertas sobre as altas temperaturas durante todo o ano, e em todos os cantos do planeta, que a iminência de um apocalipse global se tornou crível. Cientistas da OMM já adiantam que 2024 pode ser pior, já que os impactos do El Ninõ serão intensificados até abril.| acesse ❯
Um passo a passo sobre planejamento estratégico em divulgação científica.
O que observar em seu planejamento estratégico focado em divulgação científica.| acesse ❯
Hipácia de Alexandria
Dia 15/dezembro/23 em Mulheres na Filosofia
No verbete que encerra o ano de 2023, você vai conhecer Hipácia de Alexandria, uma filósofa e matemática da antiguidade que viveu em Alexandria, Egito, uma das maiores metrópoles do Império Romano do Oriente e importante centro intelectual e cultural da época. Não se sabe ao certo o ano de nascimento de Hipácia, mas é provável que ela tenha nascido entre 355 e 370 EC, e assassinada por volta de 415 EC. Filha de Teon, um importante astrônomo e professor de matemática, ela se envolveu em atividades de pesquisa e ensino em filosofia e matemática. Como nos contam Loraine Oliveira e Emílio Negreiros, autores do interessante verbete desta semana, as aulas de Hipácia eram frequentadas por membros importantes da cidade de Alexandria, como o prefeito da cidade, Orestes, que também era seu discípulo e a consultava sobre assuntos políticos. Sua fama ultrapassou as próprias fronteiras da cidade, atraindo ouvintes de... | acesse ❯
A ilusão da maioria
Dia 14/dezembro/23 em Zero
Oi, para quem não sabe, essa é a minha aparência (uma das). Mas porque estou falando disso? Pelo menos para mim, uma das maiores questões de sermos quem somos é o receio de como as pessoas intolerantes na sociedade reagirão. Um receio das sanções que posso sofrer, algumas violências diretas ou indiretas que podem se dirigir à mim. Porém ja faz bastante tempo que fortaleço uma ideia que me encorajou e acredito também poder encorajar outras pessoas em situações que tenham receio do que as pessoas intolerantes farão. Digo isso também às situações em geral que possam levar pessoas a terem receio de serem elas mesmas por conta de outras que são intolerantes, seja por etnia, crença, costume, preferências, etc. Agora acompanhe meu raciocínio, vamos considerar os indivíduos de uma sociedade representados na imagem abaixo. Os gatinhos como as pessoas que respeitam as outras, e os quadradinhos as intolerantes. Olhando o todo, vemos... | acesse ❯
O dano "oculto" do Destilador de Baralho
Dia 07/dezembro/23 em Zero
Na versão de cartas de pokemon (Pokemon TCG), há uma habilidade em especial que se encaixa muito bem com o tema distribuição de probabilidade geométrica, o destilador de baralho do pokemon Shuckle. Créditos da imagem à ebay.com/itm/294229220240 A tradução dessa habilidade seria Destilador de baralho. Jogue 1 moeda até sair coroa. Para cada cara, descarte a carta de cima do baralho do seu oponente. Para começarmos nossa análise, é importante sabermos que cada jogador dispõe de 60 cartas, mas começa sacando 7 cartas do topo do baralho que ficarão em sua mão e separando outras 6 cartas para a pilha Prêmio. Assim, das 60 cartas iniciais, assim que o jogo começa restam 47 no baralho. Voltando para a habilidade Destilador de baralho, ela pode parecer uma habilidade simples, afinal tem 50% de chances de tirar uma carta do baralho do adversário, mas vamos dar uma olhada na chance de seus efeitos sob o oponente. Não perder cartas:... | acesse ❯
Movimentos Complexos
Dia 07/dezembro/23 em
Este semestre estava lecionando para o Ensino Médio Técnico, uma disciplina com foco no conjunto dos números Complexos. Após 12 semanas de aulas, achei-os com maturidade o suficiente para trabalharem com Transformações de Möbius. Foi uma aula curiosa, pois o nome do conteúdo já assusta, embora seja bem mais simples do que parece. As Transformações de Möbius são funções de números complexos que permitem rotacionar, dilatar, contrair ou transladar conjuntos de pontos do plano Argand-Gauss, preservando suas posições relativas e ângulos. Depois de uma aula inteira trabalhando estes conceitos, percebi que a turma estava um tanto confusa, pois ainda que pareça uma função poderosa, seu uso no quadro e no caderno pode ser bastante massante para vermos alguma utilidade. Pensando em reforçar este tópico, marquei nossa aula seguinte no laboratório de informática, onde decidi trabalhar com os recursos do software Movimentos Complexos, disponível na Coleção Matemática Multimídia. Como de costume, eu crio listas... | acesse ❯
O bem-estar do povo brasileiro e o êxito econômico dependem da conservação do oceano
Dia 06/dezembro/23 em Um Oceano
Arquipélago de Trindade e Martim Vaz. Foto: Wikimedia Commons Levantamento inédito sobre a biodiversidade marinha e costeira brasileira e seus serviços ecossistêmicos alerta os tomadores de decisão sobre a importância econômica da preservação do oceano. Salvador (BA) - Milhares de fiéis comparecem à Praia do Rio Vermelho, com oferendas para Iemanjá, durante as comemorações de seu dia. Foto: Wikimedia Commons O sumário para Tomadores de Decisão do “1º Diagnóstico Brasileiro Marinho-Costeiro sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos” foi lançado no dia 23 de novembro pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (BPBES) e pela Cátedra Unesco para a Sustentabilidade do Oceano. O relatório reúne os principais resultados de forma contundente e objetiva que demonstram o papel do oceano na economia, no bem estar, na regulação climática e na geração de benefícios imateriais – relacionados à cultura, aprendizagem e experiências –  inestimáveis. As atividades econômicas relacionadas a regiões marinhas e costeiras respondem por 20%... | acesse ❯
Oceano ganha destaque no debate sobre mudanças climáticas na COP28
Dia 04/dezembro/23 em Um Oceano
Dubai, produtora de petróleo, reúne tomadores de decisão em busca de medidas concretas para reduzir emissões de CO2 e mitigar mudanças climáticas Germana Barata e Luciana Xavier A saúde planetária não vai nada bem! As notícias de tragédias climáticas se espalham pelomundo, por diferentes biomas e com diferentes intensidades e minam a esperança, acapacidade e a inteligência humanas para agir e mitigar os danos que temos causado.Mas no dia 30 de novembro começou a Conferência das Nações Unidas para as MudançasClimáticas (COP28) em Dubai que segue até 12 de dezembro. Logo em Dubai, um dossímbolos do capitalismo que transformou terras inóspitas e desérticas em terra, ambiciosade arranhas-céus futuristas, sede de escritórios de grandes negócios, do turismo de luxo, daostentação que tanto nos impede de frear o consumo, a produção de petróleo e as açõesindividuais. Pensando bem, talvez seja o lugar ideal para tratarmos do tema das mudanças do clima,em ano em que batemos... | acesse ❯
Gertrude Elizabeth Margaret Anscombe
Dia 03/dezembro/23 em Mulheres na Filosofia
Nosso verbete desta semana é sobre a vida e a obra de Gertrude Elizabeth Margaret Anscombe, uma filósofa analítica e da linguagem do século XX que nasceu na Irlanda, em 1919. Incentivada aos estudos pela mãe, Anscombe pôde frequentar a universidade na Inglaterra, se formando na Universidade de Oxford em 1941, e ingressando posteriormente na pós-graduação na mesma universidade. Nela, Anscombe conhece e desenvolve amizade com Philippa Foot, Iris Murdoch e Mary Midgley. Pouco tempo depois, ela passa a estudar também na Universidade de Cambridge e a frequentar um curso de Ludwig Wittgenstein. A relação de amizade e parceria entre os dois, bem como a relação de amizade com Foot, Murdoch e Midgley, teve influência em sua própria produção filosófica. Anos mais tarde, em 1970, Anscombe vem a assumir a cadeira de Wittgenstein na Universidade de Cambridge. A obra de Anscombe é vasta e permeada por diversos temas, como linguagem, causação,... | acesse ❯
A AIDS ainda é uma questão de saúde pública?
Dia 02/dezembro/23 em EMRC
Acabamos de passar o dia 1º de Dezembro. Tradicionalmente, este é marcado como o Dia Mundial de Combate à AIDS. Hoje nós viemos aqui conversar com vocês sobre a AIDS como uma questão de saúde pública! Mas espera aí, a AIDS ainda é um problema? O primeiro artigo sobre um paciente com AIDS completou 40 anos em 2023. Quatro décadas depois deste artigo, que nos jogou frente ao desconhecido e mostrou a doença que se tornaria uma das mais importantes na história da saúde contemporânea, ainda consideramos a AIDS um problema? Atualmente, estamos em uma situação muito mais tranquila do que aquela vivenciada há décadas atrás. Pois antigamente receber a notícia de infecção, era uma certeza de adoecimento e morte decorrente da AIDS. Segundo a UNAIDS, que é o programa das Nações Unidas destinado a coordenar a resposta mundial à AIDS, comparando 2022 ao pico de mortes associadas à AIDS, em 2004, percebemos... | acesse ❯
A AIDS ainda é uma questão de saúde pública?
Dia 02/dezembro/23 em EMRC
Acabamos de passar o dia 1º de Dezembro. Tradicionalmente, este é marcado como o Dia Mundial de Combate à AIDS. Hoje nós viemos aqui conversar com vocês sobre a AIDS como uma questão de saúde pública! Mas espera aí, a AIDS ainda é um problema? O primeiro artigo sobre um paciente com AIDS completou 40 anos em 2023. Quatro décadas depois deste artigo, que nos jogou frente ao desconhecido e mostrou a doença que se tornaria uma das mais importantes na história da saúde contemporânea, ainda consideramos a AIDS um problema? Atualmente, estamos em uma situação muito mais tranquila do que aquela vivenciada há décadas atrás. Pois antigamente receber a notícia de infecção, era uma certeza de adoecimento e morte decorrente da AIDS. Segundo a UNAIDS, que é o programa das Nações Unidas destinado a coordenar a resposta mundial à AIDS, comparando 2022 ao pico de mortes associadas à AIDS, em 2004, percebemos... | acesse ❯
Química em Fluxo: Transformando a Produção Química
Descubra como a química em fluxo pode revolucionar a produção química no Brasil, oferecendo soluções mais eficientes e sustentáveis.| acesse ❯
Os povos indígenas ameaçados por uma empresa auxiliar dos carros elétricos?
Dia 29/novembro/23 em Revista
De que forma as empresas auxiliares de carros elétricos prejudicam o meio ambiente e as comunidades indígenas ao extrair lítio?| acesse ❯
Cobertura sobre mudanças climáticas é distante, técnica e limitada, diz estudo
Dia 29/novembro/23 em Revista
Entenda como o jornalismo pode aprimorar a divulgação de seus artigos para conscientizar a população sobre as mudanças climáticas.| acesse ❯
O problema Água, Luz e Esgoto
Dia 29/novembro/23 em Revista
Desafio: conectar 3 casas e 3 companhias sem cruzar linhas! Acompanhe a jornada do Zero e veja como enigmas matemáticos bem próximos da realidade.| acesse ❯
A permissividade dos discursos do trote: caso UNISA
Dia 29/novembro/23 em Revista
Por que atos criminosos ou violentos realizados por estudantes nos trotes universitários ainda são tolerados e normalizados até hoje em dia?| acesse ❯
Porque o ângulo da ligação tetraédrica é 109°?
Dia 29/novembro/23 em Revista
Como podemos obter o ângulo da ligação tetraédrica? Conheça o processo matemático por trás desse intrigante mistério da Química!| acesse ❯
Depois de 70 anos no mercado, Mattel inicia reciclagem de brinquedos
Dia 29/novembro/23 em Revista
Veja como empresas de brinquedos que poluem mares e florestas estão agindo para despoluir esses ambientes. Aprenda a descartar conscientemente.| acesse ❯
Entre regulação, polêmica e inovação: o mercado de carbono no Brasil
Dia 29/novembro/23 em Revista
Vamos entender o mercado de carbono no Brasil: os desafios, problemáticas e soluções tecnológicas envolvidas com a sustentabilidade.| acesse ❯
Os encantamentos da leitura: os dos modos de ler e ser na contemporaneidade​
Dia 29/novembro/23 em Revista
As pessoas leem menos em um mundo digitalizado? Maryanne Wolf defende a ideia de que o debate não é sobre quantidade, mas fragmentação| acesse ❯
Raça, classe e fascismo no Brasil
Dia 29/novembro/23 em Revista
Relações raciais, segregação e tensões identitárias: compreenda a estrutura social, a precarização do trabalho negro e o fascismo na história do Brasil.| acesse ❯
Erika Medeiros: veste o jaleco
Dia 28/novembro/23 em planteia
No Planteia, cientistas de ciências biológicas e agrárias compartilham suas experiências. Republicamos hoje nossa entrevista com Erika Valente de Medeiros, professora da Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE). Do sonho de vestir jaleco à carreira acadêmica, Erika destaca que fazer ciência exige dedicação e coragem. Inteligência emocional é o mais importante nessa profissão, determina até onde você irá e com quem você vaiErika Valente de Medeiros O que a influenciou a seguir carreira científica? Sonho. Quando criança, eu vivia em uma realidade em que as oportunidades eram ínfimas e a violência imperava. Sonhava em sair ou minimizar essa realidade e a única forma que encontrei foi estudando. Sonhava em ser astronauta ou cientista. Logo percebi que a primeira opção seria muito difícil. Na minha adolescência, meu pai fazia hemodiálise. A realidade que já era ruim, ficou pior. Diante da doença dele, descobri um símbolo que me acalmava: pessoas de jaleco. A vontade... | acesse ❯
Diário de Israel #7: Já estivemos aqui antes
Dia 28/novembro/23 em planteia
Para dar o tom:  "Sign of the Times", de Harry Styles Na sexta-feira, dia 06 de outubro de 2023, eu esboçava mentalmente uma entrada no diário sobre o medo de bombas, mencionado na postagem anterior De pé no chão. Refleti sobre a serenidade dos primeiros meses em Israel, interrompida pelos bombardeios de maio de 2021.  Eu estava em Israel há seis meses e a crise entre Israel-Palestina parecia distante. A pandemia estava no auge e vencer a COVID-19 parecia um risco mais iminente do que uma guerra. Enquanto no Brasil, a vacinação ainda avançava lentamente nos grupos prioritários, eu já estava imunizada com duas doses da vacina da Pfizer. A rotina de trabalho seguia sem restrições e eu me sentia segura.  Mesmo com a calmaria aparente, Reut ― uma das estudantes no meu laboratório ― considerou que era hora de me familiarizar com uma mamad (acrônimo do hebraico "merhav mugan dirati", que significa... | acesse ❯
Revista Blogs Unicamp chega aos seus oito anos de trabalho | editorial n. 9 v.2
Dia 27/novembro/23 em Revista
A partir deste número, teremos sempre o texto de uma cientista convidada, externa ao projeto, para falar de sua área de atuação. A convidada da vez é Julia Marcolan, que faz doutorado em física computacional e produziu um belíssimo texto sobre os desafios da ciência para mulheres hoje e ao longo da história. | acesse ❯
Mulheres em ciência e tecnologia: as origens históricas da inversão de gênero
Dia 27/novembro/23 em Revista
Mulheres como Ada Lovelace e Marie Curie fizeram história na ciência, mas desafios de gênero persistem, reforçando a relevância da representatividade.| acesse ❯