Browsed by
Categoria: Justiça

Institutions, Philosophy, Freedom and Society (PART I)

Institutions, Philosophy, Freedom and Society (PART I)

What does it mean to talk about institutions; democratic institutions; philosophy and freedom for a democratic society? In a way, it is about the studying and teaching of philosophy we ourselves are practicing, in relation to bringing and carrying on democracy. I wonder how many ways are there to explore this theme, and how many “democracies” there would appear after all. My proposal is to reflect on the problems of philosophical learning. I mean, it is not easy when a…

Read More Read More

Democracia de gênero (I): é possível um pacto entre mulheres?

Democracia de gênero (I): é possível um pacto entre mulheres?

“A democracia não pode funcionar ao menos que haja 50% de mulheres em todos os postos de poder, em todas as partes…”, Beriräs, 1990. Podemos falar em democracia diante das desigualdades de gênero que se expressam diariamente nos diferentes espaços da sociedade, nos quais milhares de mulheres estão sujeitas à injustiças, práticas de exclusão, confinamento ao espaço doméstico, discriminação, violência de todos os tipos, silenciamento, invisibilidade e hierarquias nos espaços de poder? Os dinâmicos processos de construção democrática permitem identificar…

Read More Read More

O que é interseccionalidade?

O que é interseccionalidade?

As mobilizações para o 8 de março deste ano terão de se fazer diante do seguinte horizonte: pesquisas recentes posicionam o Brasil como o quinto país com maior número de homicídio de mulheres.[i] Há, também, estudos que seguem apontando que, quanto ao nível de renda, às horas de trabalho e à divisão de tarefas domésticas e reprodutivas, as mulheres brasileiras ainda se encontram numa posição altamente desigual e desvantajosa em comparação com os homens.[ii] E quão mais triste e complexo tal…

Read More Read More

Democracia de Gênero (II): compartilhar espaços políticos em nível de igualdade

Democracia de Gênero (II): compartilhar espaços políticos em nível de igualdade

Partimos do pressuposto que a democracia de gênero é uma meta, uma utopia a ser alcançada, transformando as relações sociais de acordo com os princípios democráticos propostos em lei. Para Judith Astelarra (2003), a democracia de gênero passa pela igualdade de oportunidades para homens e mulheres. Pela equiparação das mulheres com os homens nos espaços e atividades consideradas masculinas. Pela correção da ausência de mulheres nos âmbitos dos papéis sociais até então definidos como masculinos. Para a autora, as políticas…

Read More Read More

Quando a flor rompe o asfalto: em homenagem a Marielle Franco

Quando a flor rompe o asfalto: em homenagem a Marielle Franco

Para fechar o primeiro momento dedicado aos assuntos de gênero e, em especial, à condição e a luta da mulher contemporânea, dedicaremos o post de encerramento ao trabalho de Marielle Franco. Sendo por enquanto inviável nos debruçar sobre a complexa realidade que levou à brutal execução de Marielle no último 14 de março, isto é: em pleno mês da mulher, o que torna o acontecimento ainda mais insuportável, consistirá por ora a nossa homenagem em resgatar algumas reflexões do seu…

Read More Read More

Democracia de gênero (III): reflexões conclusivas

Democracia de gênero (III): reflexões conclusivas

A atuação de homens e mulheres na política está guiada por diferentes éticas. As mulheres têm demonstrado, através de anos de lutas e movimentos, que as principais conquistas em relação aos seus direitos foram alcançadas na grande maioria por elas mesmas. Por esse motivo, os “pactos entre mulheres” e os “pactos intergêneros” demandam acima de tudo solidariedade, que para Ana Maria Martinez de Escalera (2013) se manifesta através de experiências conjuntas, tanto de apoio como de resistência, evidenciando que há…

Read More Read More

TREVAS OU CIÊNCIA: SUPERAREMOS O VERDADEIRO 1 X 7 ?

TREVAS OU CIÊNCIA: SUPERAREMOS O VERDADEIRO 1 X 7 ?

A Copa do Mundo se aproxima. Galvão Bueno está afoito. A seu lado, também se anima o autor da célebre frase: “Não se faz Copa do Mundo com hospitais”. Até porque, a Copa é uma ótima ocasião para reencontrar os amigos da FIFA que não estão presos. Até agosto de 2018, a mídia já possui seu tema: futebol, Venezuela e desacordos político-jurídicos. Em outubro, de repente, eleições. Em outro momento, falaremos da saúde e a beleza do futebol-raiz reinventado por…

Read More Read More