Browsed by
Categoria: Política

Institutions, Philosophy, Freedom and Society (PART I)

Institutions, Philosophy, Freedom and Society (PART I)

What does it mean to talk about institutions; democratic institutions; philosophy and freedom for a democratic society? In a way, it is about the studying and teaching of philosophy we ourselves are practicing, in relation to bringing and carrying on democracy. I wonder how many ways are there to explore this theme, and how many “democracies” there would appear after all. My proposal is to reflect on the problems of philosophical learning. I mean, it is not easy when a…

Read More Read More

Democracia de Gênero (II): compartilhar espaços políticos em nível de igualdade

Democracia de Gênero (II): compartilhar espaços políticos em nível de igualdade

Partimos do pressuposto que a democracia de gênero é uma meta, uma utopia a ser alcançada, transformando as relações sociais de acordo com os princípios democráticos propostos em lei. Para Judith Astelarra (2003), a democracia de gênero passa pela igualdade de oportunidades para homens e mulheres. Pela equiparação das mulheres com os homens nos espaços e atividades consideradas masculinas. Pela correção da ausência de mulheres nos âmbitos dos papéis sociais até então definidos como masculinos. Para a autora, as políticas…

Read More Read More

Nietzsche e o nazismo

Nietzsche e o nazismo

De um lado, Adorno escreve, com razão, que “a exigência de que Auschwitz não se repita deve ser a primeira de todas para a educação”[1]. De outro, uma série de leitores apressados acusam Nietzsche de alimentar uma filosofia nazista e antissemita. Biograficamente essa acusação não prossegue, pois sabemos por exemplo que Nietzsche se recusou a comparecer ao casamento de sua irmã, Elisabeth Förster-Nietzsche, em repúdio ao antissemitismo de seu cunhado, B. Förster. Mas fora fatos biográficos, a leitura atenta da Primeira…

Read More Read More

Sobre fungos, corrupções e clichês

Sobre fungos, corrupções e clichês

Por: Vilmar Debona Em uma crônica de 1 de setembro de 2016, o escritor gaúcho Luis Fernando Veríssimo afirmava: “Dilma recorreu à metáfora de uma frondosa árvore, representando a democracia, para comparar golpe parlamentar e golpe militar. No militar, a árvore é destruída a machadadas. No parlamentar, é atacada por fungos, parasitas e erva de passarinho e também morre, mas lentamente. A metáfora parece simples (só faltando definir, no cenário nacional, quem é fungo, parasita e erva de passarinho)”i. Gostaria…

Read More Read More

Quando a flor rompe o asfalto: em homenagem a Marielle Franco

Quando a flor rompe o asfalto: em homenagem a Marielle Franco

Para fechar o primeiro momento dedicado aos assuntos de gênero e, em especial, à condição e a luta da mulher contemporânea, dedicaremos o post de encerramento ao trabalho de Marielle Franco. Sendo por enquanto inviável nos debruçar sobre a complexa realidade que levou à brutal execução de Marielle no último 14 de março, isto é: em pleno mês da mulher, o que torna o acontecimento ainda mais insuportável, consistirá por ora a nossa homenagem em resgatar algumas reflexões do seu…

Read More Read More

Democracia de gênero (III): reflexões conclusivas

Democracia de gênero (III): reflexões conclusivas

A atuação de homens e mulheres na política está guiada por diferentes éticas. As mulheres têm demonstrado, através de anos de lutas e movimentos, que as principais conquistas em relação aos seus direitos foram alcançadas na grande maioria por elas mesmas. Por esse motivo, os “pactos entre mulheres” e os “pactos intergêneros” demandam acima de tudo solidariedade, que para Ana Maria Martinez de Escalera (2013) se manifesta através de experiências conjuntas, tanto de apoio como de resistência, evidenciando que há…

Read More Read More

O QUE DESCARTES DIRIA A TRUMP

O QUE DESCARTES DIRIA A TRUMP

Nem bem assumiu a presidência, Donald Trump bateu um recorde histórico de impopularidade. Segundo a agência de pesquisa Galoup US Daily, o potentado registrou, em 11/3/2017 e após um mês e meio de assunção do cargo, a marca histórica de 49% de reprovação e 45% de aprovação. O dado positivo é aproximadamente 20% inferior ao da maioria dos presidentes anteriores, no início do mandato. Pergunta-se agora o porquê da rejeição tão alta e precoce.   Trata-se de um fenômeno curioso pois,…

Read More Read More

Platão e os Totalitarismos: a crítica de Popper

Platão e os Totalitarismos: a crítica de Popper

O livro A Sociedade Aberta e seus Inimigos, do filósofo austríaco Karl Popper, é sem dúvida um dos textos de filosofia política mais influentes do Século XX[i]. De ascendência judaica e naturalizado britânico, Popper publicou por primeira vez em Londres e em inglês The Open Society and its Enemies em uma data sugestiva: 1945. Tendo sobrevivido às Grandes Guerras na condição de intelectual e de exilado, a aguda inteligência de Popper, conhecida fartamente pela reflexão em torno à lógica da ciência, condensou reflexões…

Read More Read More

Avaliação crítica do problema da edição do genoma humano: notas preliminares (II)

Avaliação crítica do problema da edição do genoma humano: notas preliminares (II)

 A Lei de Biossegurança do Brasil No artigo primeiro da Lei de Biossegurança do Brasil se lê que ela estabelece “normas de segurança e mecanismos de fiscalização sobre a construção, o cultivo, a produção, a manipulação, o transporte, a transferência, a importação, a exportação, o armazenamento, a pesquisa, a comercialização, o consumo, a liberação no meio ambiente e o descarte de organismos geneticamente modificados” – âmbitos aos quais depois se adiciona, no artigo segundo, o da “produção industrial”. Essa forma…

Read More Read More