Ela abre a porta e não fecha.
Cena emoldurada na fresta.
Sabe que é vista e não contesta.
Tudo chega aos olhos em festa.

JM (“o voyeurismo da razAo”)

Categorias: Arte

João Mauro Araújo

Jornalista, poeta, boas palavras em épocas imprecisas...

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *