Contact conversation com Raquel Minako

Entrevista no Contact Conversation, programa de rádio

Amanhã, na Casa do Lago (Unicamp), às 16h30, terei o prazer de receber a Raquel Minako como entrevistada do segundo episódio do programa de rádio que a Mucíná lançou em julho, o Contact Conversation, conversas com dançarinos experientes. A primeira convidada foi a Ana Alonso, que mora em Floripa. O programa ainda não está no ar, mas será em formato de podcast e em breve estará disponível.

A Raquel Minako foi minha parceira logo no início das atividades de Contact Improvisation na Unicamp. Entrevistar a Raquel significa acompanhar o processo de formação de uma dançarina que viajou o mundo atrás de informação e conhecimento.

Aqui tem o link para o currículo da Raquel Minako

A entrevista será gravada ao vivo e qualquer pessoa poderá estar lá para acompanhar e até fazer perguntas para a Raquel. Os improvisadores que participam desde Agosto do projeto ContactImpro&Performance estarão conosco e faremos uma pequena prática antes de começar a gravação, que terá coordenação técnica de Gonzalo Gaete com apoio de Constanza Paz Espinoza Varas, Miro e Luiz Monteiro, os dois últimos da equipe técnica da Casa do Lago.

 

encontro-com-raquel-minako

CEO at Mucíná - Aquela que Dança | marilia.carneiro@alumni.usp.br | Website | + posts

Doutora na área de Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte (Brasil/UNICAMP, Canadá/UQAM e Moçambique/UEM), dançarina e coreógrafa indisciplinar, bacharelou-se em Dança na Faculdade Angel Vianna (Rio de Janeiro) e bailarina criadora no Ateliê Coreográfico sob a direção de Regina Miranda (RJ/NYC). É especialista em Saúde Pública pela Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, mestre em Ciências da Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz e atuou por 10 anos nas políticas públicas de saúde, inclusive a implantação do programa integral de atenção à saúde dos povos indígenas aldeados no Parque do Xingu, pela Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. Na área da Dança trabalhou com muita gente competente no meio profissional internacional da dança contemporânea. É improvisadora mais do que tudo, bem que gosta de uma boa coreografia. Esteve em residência artística em Paris por 3 anos, com prêmio do Minc. Mulher de sorte, estudou de perto com Denise Namura & Michael Bugdahn, da Cie. À fleur de peau (Paris). Pela vida especializou-se no Contact Improvisation (Steve Paxton), onde conheceu as pessoas mais interessantes do mundo. Estudou pessoalmente com Nancy Stark Smith, Alito Alessi (DanceAbility), Daniel Lepkoff, Andrew Hardwood, Cristina Turdo e toda uma geração de colegas que começou ensinar Contact na mesma época que ela. Interessa-se por metodologia de pesquisa em arte, processos de criação de obras e ensino-aprendizagem e formação profissional em Improvisação de Dança. Estudou no Doctorat en études et pratiques des arts (Montreal, no Canadá) com o privilégio da supervisão de Sylvie Fortin. É formada no Método Reeducação do Movimento, de Ivaldo Bertazzo (BR). Seu vínculo com a Unicamp é de ex aluna da Faculdade de Ciências Médicas e da Faculdade de Educação. Suas pesquisas triangulam a dança contemporânea no Brasil, Canadá e Moçambique. Idealizou, fundou em 2016, e dirige a plataforma interdisciplinar de ensino e pesquisa em prática artística Mucíná - Aquela que Dança. E-mail: marilia.carneiro@alumni.usp.br