Fósseis brasileiros à venda no e-bay

Leiam na Folha de São Paulo (AQUI) detalhes sobre a denúncia feita pelos Colecionadores de Ossos quanto a venda de fósseis brasileiros no e-bay.

Retirado de Folha.com - Ciência, reportagem de Giuliana Miranda

A estrela da vez é uma laje da Formação Irati com 4 Mesosaurus perfeitamente preservados. Os Mesosaurus são um tipo de pararéptil aquático de cerca de 1m, que viveu há quase 250 milhões de anos atrás. O que é interessante sobre esses animais, é que eles ajudaram a comprovar a teoria de Wegener sobre a deriva continental. Por serem encontrados em depósitos sedimentares tanto da América do Sul como da África, eles ajudaram a comprovar que ambos os continentes estiveram unidos em algum momento do passado geológico.

Fósseis de Mesosauros, encontrados na América do Sul e na África, ajudaram a comprovar a teoria da deriva continental.

No Brasil, fósseis desses animais são relativamente comuns, porém, não com a preservação observada no exemplar à venda no e-bay.

É com enorme pesar que os paleontólogos brasileiros observam a riqueza científica nacional ser saqueada para enfeitar, provavelmente, a mesa de algum um colecionador excêntrico europeu ou norte-americano.

Há menos de uma semana, nossos amigos uruguaios publicaram um excelente artigo sobre a evidência mais antiga de viviparidade da história dos vertebrados… e isso foi justamente observado em fósseis de Mesosaurus (Veja a publicação aqui)! — eles davam a luz muito antes dos mamíferos!

Essa laje do e-bay, hoje na Flórida (EUA), apresenta justamente um fabuloso caso desse comportamento: Um ‘ninho’ com mãe e filhotes recém-nascidos. O interessante, é que esse fóssil pode ajudar paleoecólogos a tentar entender aspectos mais profundos da ecologia desse animal. Como por exemplo: o tamanho médio da ninhada ou como se dava o ‘parto’ dos filhotes (a cabeça ou a cauda primeiro?), entre outros. Fósseis excepcionais como esse funcionam como uma verdadeira janela para o passado, pois guardam evidências não só da anatomia do animal, mas de seu comportamento.

Continuamos no aguardo das providências pelas autoridades responsáveis.

O que você pode fazer por enquanto, é ajudar a denunciar. Ao encontrar qualquer fóssil brasileiro a venda, denuncie. Estamos de olho!

Não deixe de ler a reportagem da folha: http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/1063822-fosseis-levados-ilegamente-do-brasil-estao-a-venda-em-site.shtml

10 comentários em “Fósseis brasileiros à venda no e-bay”

  1. Olá
    Achei um certo dia, uma pedra de rio onde se vê claramente um pequeno réptil (ou ave???) com as garras (patas) proporcionalmente bem maior que o corpo…Fossilizado. Gostaria de disponibilizar para estudo. alguma dica de instituição para doar??? obrigado

  2. Oi Mai!!
    Você encontrou algum fóssil brasileiro nesse site???
    Em vários países do mundo é legalizado o comércio de fósseis… Ali tem vários materiais do Marrocos, por exemplo.
    Se vc encontrar algum fóssil brasileiro nessa loja virtual, me avise!!

  3. Enquanto tanto se discute o retorno de um ou outro fóssil brasileiro no exterior , milhóes deles estão sendo moídos pelas mineradoras ou destruidos pela erosão sem que ninguem se manifeste . Ao contrário de muitos , sou a favor do comércio de fósseis sim , com fiscalização do Estado, como ocorre em quase todos os países desenvolvidos do mundo. Todos sabemos que mais de 95% dos fósseis são repetidos , e que mais importante para a pesquisa são os holótipos ou peças com conservação exepcional . Em São Mateus a Petrobras está moendo neste instante muitos Mesossauros … Em São Paulo estão moendo nas minas de calcário os Stereosternum …Ninguem fala nada , só o drama quando alguem vende um ou outro exemplar no exterior … Isso tem que ser mudado urgentemente . E a mentalidade das pessoas também , inclusive em nosso circulo cientifico … Não é possivel que tomem como exemplo a legislação argentina ou chilena , ignorando a americana e européia por exemplo …

    1. Olá Melchior, estamos de acordo com você no que diz respeito ao comércio controlado e a inspiração na legislação norte-americana, por exemplo ( veja a discussão neste post: http://scienceblogs.com.br/colecionadores/2011/04/qual-e-a-forma-legal-de-pesquisar-fosseis-brasileiros/#comments ) Todavia, temos algumas reservas quanto aos seus comentários. Em geral, são justamente os fósseis de interesse que estão sendo comercializados no exterior – novas espécies ou espécimes de preservação excepcional- por isso é necessário sim que haja movimentação e indignação. Este é o caso do fóssil que discutimos neste post acima. Este espécime de Mesossaurideo guarda algo exepcional, além de sua ótima preservação, que é o registro de um comportamento reprodutivo. Muito provavelmente esse exemplar será perdido para sempre na mão de algum colecionador particular excentrico, assim como os cranios de novas espécies de pterossauros comercializados por esta senhora: http://scienceblogs.com.br/colecionadores/2012/05/mais-um-capitulo-da-novela-fosseis-brasileiros-sendo-vendidos-exterior
      Também não estamos plenamente de acordo com a destruição de centenas de toneladas de fósseis sendo minerados Brasil a fora, mas a outra questão é: se não fosse assim, teríamos em algum momento conhecimento ou acesso a eles? Ou mesmo verba para prospectá-los? É uma questão muito controversa, percebe? Não que já não haja uma proposta dos profissionais da área, mas falta vontade política frente a interesses particulares e a imensa burocracia envolvida no processo. Acredito que o primeiro passo é difundir o problema para que se volte atenção pública a ele. Essa é a tarefa dos meios de divulgação como este blog.
      Veja com atenção a discussão deste post: http://scienceblogs.com.br/colecionadores/2011/04/qual-e-a-forma-legal-de-pesquisar-fosseis-brasileiros/#comments
      Obrigada por sua contribuição, é muito importante!!
      Um forte abraço
      Aline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *