Arquivo da tag: Paleontologia na Escola

Projeto PaleoJr: Paleontologia para a Educação Básica

Ol√° seguidores do Colecionadores de Ossos! Seguindo no eixo de postagens relacionadas a divulga√ß√£o cient√≠fica, trago a voc√™s mais uma contribui√ß√£o! S√≥ que dessa vez o projeto de divulga√ß√£o n√£o est√° relacionado √† um projeto de campo ou ao resultado de trabalhos cient√≠ficos. Desta vez veremos o relato de um projeto de divulga√ß√£o feito pelo Laborat√≥rio de Mastozoologia da UNIRIO, cujo foco era a educa√ß√£o infantil! A divulga√ß√£o paleontol√≥gica √© uma forte ferramenta para encantar e motivar o nascimento de novos pesquisadores, mas, al√©m disso,  criar uma consci√™ncia nas crian√ßas de hoje sobre a import√Ęncia da ci√™ncia para o dia-a-dia e sua vida! Com voc√™s o relato da Dra. Dimila Mothe!


Ensinar conceitos relacionados √† Biologia e Geologia para o p√ļblico infantil √© essencial para despertar a aten√ß√£o, curiosidade e compreens√£o inicial sobre os processos naturais que nos cercam. Para tal, √© importante realizar divulga√ß√£o clara e objetiva, com o uso de linguagem acess√≠vel e did√°tica, para que a din√Ęmica e o aspecto recreativo da atividade n√£o se perca. O Projeto PaleoJr (PPJr) foi criado quando Eduardo, um menino de 5 anos muito apaixonado por Jurassic Park e paleontologia, juntamente com sua m√£e, contactaram o N√ļcleo RJ/ES com um pedido ineg√°vel: uma conversa entre um paleont√≥logo do Rio de Janeiro e Eduardo, que tinha muitas perguntas sobre a paleontologia e os dinossauros! Assim, a equipe do Laborat√≥rio de Mastozoologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, coordenado pelo Dr. Leonardo Avilla e Dra. Dimila Moth√©, se reuniu, contando com a colabora√ß√£o de alunos de gradua√ß√£o e p√≥s-gradua√ß√£o, e idealizou o “Projeto Paleo Jr‚ÄĚ, com os objetivos de apresentar o estudo de f√≥sseis e biodiversidade pret√©rita a crian√ßas na faixa et√°ria de 4 e 7 anos, em uma abordagem l√ļdica e did√°tica, propiciando experi√™ncias comuns √† vida de um paleont√≥logo.
Apesar do curto tempo entre o primeiro contato e o grande dia de p√īr em pr√°tica o Projeto, organizou-se uma s√©rie de atividades sobre Paleontologia e como ser paleont√≥logo. Contou-se com a colabora√ß√£o dos alunos do Laborat√≥rio de Mastozoologia na organiza√ß√£o e produ√ß√£o das atividades (que envolveu planejamento e execu√ß√£o de pesquisa, trabalho artesanal, montagem da programa√ß√£o, confec√ß√£o de uniformes e de ‚Äúkits paleont√≥logo‚ÄĚ) e do paleoartista equatoriano Pablo Lara, criador do logotipo desse projeto (uma ilustra√ß√£o de um filhote do probosc√≠deoNotiomastodon platensis com uma lupa e chap√©u de paleont√≥logo, que em breve ter√° o seu nome escolhido em um concurso cultural – Figura 1). Contou-se tamb√©m, para a realiza√ß√£o deste projeto, com o suporte da FAPERJ, atrav√©s da bolsa “Cientista do Nosso Estado‚ÄĚ concedida ao Prof. Dr. Leonardo Avilla.

Figura 1 - Logo do Projeto Paleo Jr, um filhote simp√°tico e curioso do mastodonte sul-americano Notiomastodon platensis.
Figura 1 – Logo do Projeto Paleo Jr, um filhote simp√°tico e curioso do mastodonte sul-americano Notiomastodon platensis.

Foram conduzidas diversas atividades, sendo a primeira delas uma ‚Äúlinha do tempo‚ÄĚ feita de tecido (Figura 2), com cerca de 40m de comprimento, na qual faixas de tecidos de diferentes cores e tamanhos foram unidas de acordo com a coluna estratigr√°fica  (aproximadamente Cenoz√≥ico em amarelo, Mesoz√≥ico em azul, Paleoz√≥ico em verde e Pr√©-Cambriano – Proteroz√≥ico, Arqueano e Hadeano – em vermelho). Nesta grande linha do tempo, as crian√ßas participantes do Projeto Paleo Jr, Eduardo e Caio, aprenderam e exercitaram os conceitos de tempo, antiguidade, origem da vida e extin√ß√£o, uma vez que a atividade consistia em ‚Äúposicionar‚ÄĚ no tempo uma s√©rie de elementos (fotografias), como uma cidade moderna, homem das cavernas, mamutes, pir√Ęmides do Egito, m√ļmias, pterossauros, dinossauros, trilobitas, vulc√Ķes gigantes e microorganismos.

Grande linha do tempo trabalhada com as crianças participantes do Projeto Paleo Jr.
Figura 2 РGrande linha do tempo trabalhada com as crianças participantes do Projeto Paleo Jr.

Ainda, um grande quebra-cabe√ßas ilustrado exemplificou o processo de forma√ß√£o dos f√≥sseis (Figura 3), trazendo imagens de processos naturais do ciclo da mat√©ria org√Ęnica e ainda dos processos bioestratin√īmicos e fossildiagen√©ticos. Neste momento, cada crian√ßa participante ganhou um ‚Äúkit paleont√≥logo‚ÄĚ que contou com uma bolsa de campo, p√°, peneira, pincel e bandeja, preparando-os para a atividade que mais trouxe empolga√ß√£o e experi√™ncia paleontol√≥gica: a ‚Äúescava√ß√£o‚ÄĚ, realizada em uma piscina infl√°vel repleta de areia lavada e seca, com partes desmontadas de dinossauros de madeira de baixa densidade (mdf) cobertos por porcelana fria (pasta de biscuit em duas cores diferentes, para distinguir os dois ‚Äúindiv√≠duos” soterrados – Figura 4). Conforme encontradas pelas crian√ßas as pe√ßas foram ‚Äúpreparadas‚ÄĚ, sendo limpas (removendo-se a areia/sedimento com a ajuda de um pincel), identificadas (coluna vertebral, cr√Ęnio, membros anteriores, posteriores, bacia e cauda – Figura 5) e montadas, formando o dinossauro completo, que cada participante p√īde levar consigo para casa como recorda√ß√£o deste dia √ļnico. N√£o √© preciso dizer que encontrar o seu primeiro dinossauro (mesmo que r√©plica) foi o √°pice do dia para as crian√ßas participantes do Projeto PaleoJr que ficaram extasiados com a experi√™ncia! Al√©m disso, foi um momento extremamente gratificante e comovente para a equipe do Laborat√≥rio de Mastozoologia: colaborar com o aprendizado de crian√ßas t√£o interessadas na paleontologia (Figura 6)!

Figura 3 - Caio (5 anos, esquerda) e Eduardo (5 anos, direita) montando o quebra-cabeças do processo de formação dos fósseis.
Figura 3 РCaio (5 anos, esquerda) e Eduardo (5 anos, direita) montando o quebra-cabeças do processo de formação dos fósseis.
Figura 4 - Eduardo com um dos dinossauros de mdf e porcelana fria, ainda desmontado e com ‚Äúsedimento‚ÄĚ, rec√©m-coletado
Figura 4 – Eduardo com um dos dinossauros de mdf e porcelana fria, ainda desmontado e com ‚Äúsedimento‚ÄĚ, rec√©m-coletado.
Figura 5 - Caio concentrado na limpeza e identifica√ß√£o dos ‚Äúesp√©cimes‚ÄĚ encontrados.
Figura 5 – Caio concentrado na limpeza e identifica√ß√£o dos ‚Äúesp√©cimes‚ÄĚ encontrados.
Figura 6 - Idealizadores e participantes do Projeto Paleo Jr do Laboratório de Mastozoologia da UNIRIO (sentido horário: Dr. Leonardo Avilla, Karol de Oliveira, Dra. Dimila Mothé, Eduardo, Caio, Alline Rotti e Sabrina Belatto)!
Figura 6 РIdealizadores e participantes do Projeto Paleo Jr do Laboratório de Mastozoologia da UNIRIO (sentido horário: Dr. Leonardo Avilla, Karol de Oliveira, Dra. Dimila Mothé, Eduardo, Caio, Alline Rotti e Sabrina Belatto)!

Os conceitos cient√≠ficos ensinados neste dia, bem como as habilidades trabalhadas durante as atividades do Projeto Paleo Jr, como organiza√ß√£o, pensamento cr√≠tico, aten√ß√£o, capacidade de dedu√ß√£o, coordena√ß√£o motora, entre outras, est√£o presentes na vida di√°ria dos cidad√£os e s√£o extremamente importantes para o desenvolvimento pessoal, educacional e social de qualquer indiv√≠duo. Sendo a Paleontologia uma √°rea da ci√™ncia que est√° em constante expans√£o e renova√ß√£o de seu conte√ļdo (com novas interpreta√ß√Ķes e achados in√©ditos sobre a vida pret√©rita surgindo frequentemente), √© essencial que haja di√°logo simples (Figura 7), direto e proveitoso com o p√ļblico, para que a sociedade conhe√ßa o que tem sido feito no √Ęmbito cient√≠fico em seu pa√≠s e reconhe√ßa sua aplicabilidade e import√Ęncia na gera√ß√£o de conhecimento. Desta forma, aumenta-se o interesse geral e identifica√ß√£o pela ci√™ncia, e incentiva-se a cria√ß√£o ou amplia√ß√£o de uma cultura cient√≠fica como um todo. O conhecimento cient√≠fico, em seus diversos aspectos, permeia a vida de todos, e poucas pessoas se d√£o conta que os mesmos processos naturais que ocorrem atualmente no planeta j√° ocorriam h√° milh√Ķes de anos, influenciando e impactando a vida de organismos t√£o complexos quanto n√≥s, seres humanos, quanto de dinossauros, trilobitas e tantos outros que j√° “reinaram” na Terra. Visto o sucesso desta experi√™ncia do Projeto Paleo Jr, a proposta agora em diante √© dar prosseguimento ao Projeto, aprimorando as atividades e as expandindo para outras faixas et√°rias, como forma de incentivar o conhecimento e a paix√£o dos futuros paleont√≥logos brasileiros!

Figura 7 - Conversa entre o presente e o futuro: Eduardo esclarece d√ļvidas e faz perguntas (sobre dinossauros, claro!) para o Prof. Leonardo Avilla.
Figura 7 – Conversa entre o presente e o futuro: Eduardo esclarece d√ļvidas e faz perguntas (sobre dinossauros, claro!) para o Prof. Leonardo Avilla.

Foto DimilaDra. Dimila Mothé
Formação: Bióloga, Mestre e Doutora em Zoologia (subárea Paleozoologia) pelo Museu Nacional/UFRJ.
√Āreas de Estudo: Sistem√°tica, Evolu√ß√£o e Paleoecologia de mam√≠feros f√≥sseis, principalmente mastodontes, mamutes e elefantes (probosc√≠deos). 
Atualmente bolsista de Pós-Doutorado Jr (CNPq) e coordenadora do Laboratório de Mastozoologia da UNIRIO.