Estreia hoje o KINANI 2017 em Moçambique!

Esta noite será a abertura da sétima edição do KINANI, Plataforma Internacional de Dança Contemporânea de Maputo, que completa seus 15 anos de vida! Vinte e cinco obras de 50 criadores e intérpretes de 14 países serão apresentadas nas salas de espetáculo e espaços urbanos da capital moçambicana: Moçambique, Portugal, Estados Unidos da América, França, Zimbabwe, Quénia, Espanha, Ilha Comores, Burquina Faso, Namíbia, Andorra, Congo e Madagascar.

Segundo os realizadores, “repensar o lugar do tradicional na linguagem artística contemporânea é a proposta dessa edicao. (…) O teatro estreia-se como uma das expressões artísticas apresentadas no festival, juntando-se à música e à dança, numa tentativa de estimular o “diálogo” entre as artes“.

 

KINANI- Spot

VAMOS QUE VAMOS KINANI!VAMOS QUE VAMOS MAPUTO!

Publicado por Kinani Moz em Quinta-feira, 9 de novembro de 2017

 

Após o cerimonial de abertura, onde tomará a palavra o realizador Quito Tembe, da Iodine Produções, apreciaremos a primeira mostra publica do work in progress Teka (Macuácua & Chichava, 2017), dos coreógrafos Horácio Macuácua e Idio Chichava, bem como uma obra histórica do coreógrafo Panaibra Gabriel, Dentro de mim outra ilha (Gabriel, 2004). A expectativa é grande.

Pesquisa em Dança

Pela primeira vez desde que recolho imagens como parte do registro de minhas pesquisas, estou publicando em tempo real – por meio da tecnologia das redes sociais, no caso, o Instagram e o Facebook (@mucinadanza), fotos e vídeos que até aqui recolhia apenas para meu acervo profissional e posterior edição antes de tornar público, especialmente aos pares que a ciência comporta. Quem me convenceu a dar esse passo metodológico foi a comunicadora digital do núcleo de pesquisa Mucíná, Amanda La Monica, e me sinto curiosa sobre a potência e limites deste procedimento. O leitor fica convidado a seguir nas redes sociais e deixar seu comentário aqui no blog para tecermos uma conversa!

Programa do KINANI 2017

CEO at Mucíná - Aquela que Dança | marilia.carneiro@alumni.usp.br | Website | + posts

Doutora na área de Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte (Brasil/UNICAMP, Canadá/UQAM e Moçambique/UEM), dançarina e coreógrafa indisciplinar, bacharelou-se em Dança na Faculdade Angel Vianna (Rio de Janeiro) e bailarina criadora no Ateliê Coreográfico sob a direção de Regina Miranda (RJ/NYC). É especialista em Saúde Pública pela Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, mestre em Ciências da Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz e atuou por 10 anos nas políticas públicas de saúde, inclusive a implantação do programa integral de atenção à saúde dos povos indígenas aldeados no Parque do Xingu, pela Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. Na área da Dança trabalhou com muita gente competente no meio profissional internacional da dança contemporânea. É improvisadora mais do que tudo, bem que gosta de uma boa coreografia. Esteve em residência artística em Paris por 3 anos, com prêmio do Minc. Mulher de sorte, estudou de perto com Denise Namura & Michael Bugdahn, da Cie. À fleur de peau (Paris). Pela vida especializou-se no Contact Improvisation (Steve Paxton), onde conheceu as pessoas mais interessantes do mundo. Estudou pessoalmente com Nancy Stark Smith, Alito Alessi (DanceAbility), Daniel Lepkoff, Andrew Hardwood, Cristina Turdo e toda uma geração de colegas que começou ensinar Contact na mesma época que ela. Interessa-se por metodologia de pesquisa em arte, processos de criação de obras e ensino-aprendizagem e formação profissional em Improvisação de Dança. Estudou no Doctorat en études et pratiques des arts (Montreal, no Canadá) com o privilégio da supervisão de Sylvie Fortin. É formada no Método Reeducação do Movimento, de Ivaldo Bertazzo (BR). Seu vínculo com a Unicamp é de ex aluna da Faculdade de Ciências Médicas e da Faculdade de Educação. Suas pesquisas triangulam a dança contemporânea no Brasil, Canadá e Moçambique. Idealizou, fundou em 2016, e dirige a plataforma interdisciplinar de ensino e pesquisa em prática artística Mucíná - Aquela que Dança. E-mail: marilia.carneiro@alumni.usp.br