>Sobre este blog

>

Esta é, a rigor, a “segunda chance” deste Caderno de Laboratório. Quando ele foi fundado, alguns anos atrás, o momento não era propício, a maturidade não era tão grande e os propósitos não eram claros. E só com “vontade de fazer” não funciona. Aliás, a maioria das coisas não funciona sem propósitos claros, planejamento bem feito, muita disciplina e, claro, uma boa dose de vontade e persistência.

Nesse sentido, os meus objetivos aqui são claros agora: quero escrever sobre ciência e, eventualmente, sobre algum outro assunto que me dê vontade. Mas o foco é ciência, e ciência na sua definição mais ampla, como a atividade humana de descobrir, investigar, saber mais, saber melhor. É claro que, por ser físico, os meus assuntos provavelmente penderão para esse lado mas, de forma alguma, serão monopolizados por ele.
No entanto, a vontade aqui não é apenas escrever sobre ciência pura e limpa, mas também sobre outros aspectos que cercam o ambiente científico. Então, de vez em quando, eu vou tentar abordar também coisas como ensino de ciências, financiamento à pesquisa, o dia-a-dia de um pesquisador, a aplicação da ciência e a ciência por trás das aplicações.
No momento que escrevo este texto (Janeiro/2011), eu não sei quem será meu público, mas a idéia aqui é escrever para um público mais geral, algumas vezes mais experiente, outras menos, mas textos acessíveis à todas às cabeças. Eventualmente, assuntos mais especializados talvez apareçam. Tentarei fazê-los o mais simples possível.

E um pouco sobre mim…

Meu nome é Emanuel, eu sou físico. Um pouco sobre mim como cientista, carreira, publicações e atividades atuais você encontra na minha página pessoal (somente em inglês).

Aqui neste blog eu sou menos o cientista que tem que se haver com laboratório, bolsa, equipamentos, detalhes técnicos e teóricos, e mais um apaixonado por ciência que tem a sorte de ser pago pra trabalhar com isso.
Eu gosto de “saber” de um modo geral, gosto de saber sobre tudo, ler sobre tudo, me informar sobre o que de mais novo há no que quer que a humanidade esteja fazendo, mesmo que às vezes isso se inclua na categoria “cultura inútil”.
Nesse sentido, é ótimo trabalhar com ciência e ser casado com uma super-especialista, o que me dá acesso ao lado mais “nobre” do conhecimento humano, vulgarmente conhecida como “ciência de ponta”, mas é ótimo também ter e herdar uma família com interesses e atividades tão variadas, o que me garante acesso também a “especialistas” nas outras muitas (e mais realistas) facetas da atividade do homem.
É este quem eu sou e é daí, das minhas experiências e das pessoas que me cercam, que vou tirar as idéias e temas. Espero que você goste, participe e volte. E mesmo que não goste, ainda assim participe e volte.

Discussão - 1 comentário

  1. guihenn disse:

    >Tomara que dê certo dessa vez… a ideia é muito boa ;)Guilherme

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM