Pelas √°guas da ‘Amaz√īnia paulista’

Matéria publicada na Unesp Ciência de julho de 2011.

Na bacia hidrográfica do rio Itanhaém, na Baixada Santista, biólogo de Rio Claro estuda o papel das plantas aquáticas na preservação dos mananciais; seus resultados estão sendo aplicados na aquicultura sustentável

Pouca gente sabe, mas existe um lugar no litoral sul de S√£o Paulo conhecido como “Amaz√īnia paulista”. Fica a apenas 115 km da capital, no munic√≠pio de Itanha√©m, o segundo mais antigo do Brasil. A compara√ß√£o com o famoso bioma do Norte costuma ser feita por quem divulga o discreto turismo ecol√≥gico neste bem preservado fragmento de Mata Atl√Ęntica, regado por sinuosos cursos d’√°gua que des√°guam no rio Itanha√©m.

Evidentemente, n√£o √© uma compara√ß√£o feita com base em escala. Enquanto a bacia hidrogr√°fica do rio Amazonas ocupa 3,8 milh√Ķes de km2 s√≥ no lado brasileiro, a do rio Itanha√©m tem m√≠seros 930 km2. Em compensa√ß√£o, o paralelo faz sentido depois que se constata o que h√° em comum entre os dois lugares: o fato de seus rios principais serem formados pelo encontro de um afluente de √°gua escura com outro, de √°gua branca.

No caso amaz√īnico, s√£o os rios Negro e Solim√Ķes que formam o Amazonas. Em territ√≥rio bandeirante, s√£o os rios Preto e Branco que originam o Itanha√©m, no sop√© da Serra do Mar (saiba mais aqui: http://bit.ly/kABj7V).

√Č por essa paisagem quase desconhecida dos paulistas que navega com familiaridade o bi√≥logo Antonio Fernando Monteiro Camargo, pesquisador do departamento de Ecologia do Instituto de Bioci√™ncias da Unesp em Rio Claro.

Antonio Camargo √© especialista em Limnologia, a ci√™ncia que estuda as √°guas interiores, isto √©, os sistemas aqu√°ticos continentais, como rios, lagos, estu√°rios etc. Parente da Hidrologia, mais interessada nas origens geol√≥gicas das √°guas do planeta, a Limnologia √© um ramo da Ecologia. Logo, est√° preocupada com as intera√ß√Ķes dos seres vivos com seu ambiente e a rela√ß√£o deles com as caracter√≠sticas f√≠sicas e qu√≠micas da √°gua.

“Isso diz muito sobre a qualidade e a preserva√ß√£o de uma bacia hidrogr√°fica”, justifica o pesquisador. Em Itanha√©m, esses dados tamb√©m revelam a qualidade da √°gua oferecida aos habitantes da cidade e de parte de Praia Grande e Peru√≠be.

Continue lendo…

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Pol√≠tica de Privacidade | Termos e Condi√ß√Ķes | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


P√°ginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM