A morte de Yuri Gagarin

Faltando 7 km para tocar o solo, o Astronauta soviético Yuri Gagarin ejetou da sua cápsula na Vostok 1, abriu seu paraquedas e desceu com segurança até o chão. Um fazendeiro e sua filha se espantaram ao encontrar aquela criatura com roupa espacial. “Não se assustem, sou cidadão soviético. Preciso fazer uma ligação para Moscou” .

Gagarin se tornou herói nacional (e mundial, sua turnê incluiu o Brasil em duas ocasiões). Após o acidente fatal da Soyouz 1, foi afastado do programa espacial soviético e entrou para a política.

Em tempos de guerra fria, nem todas informações eram confiáveis.

Para a Federação Internacional de Aviação, os soviéticos disseram que o astronauta pousou dentro da Vostok. Para evitar a revelação da localização de bases secretas, o local do lançamento também foi trocado nas divulgações. E ainda há quem acredite que o Ortodóxo Yuri Gagarin realmente falou que foi ao céu e não viu Deus.

Em 27 Março de 1968, o Mig-15 tripulado por Gagarin e Vladimir Seryogin se acidentou. Os dois morreram.

O acidente levantou muitas suspeitas. A explicação oficial é que os tripulantes do Mig receberam informações incorretas sobre as condições climáticas. A outra explicação oficial diz que a aeronave precisou desviar de um objeto não identificado. Pássaros ou um balão meteorológico. Conspiracionistas sugeriram que Gagarin precisou desviar de um OVNI de origem extraterrestre. Ou que foi assassinado pelo Governo.

A verdade (ou não) foi revelada em 2014.

Alexei Leonov, primeiro homem a realizar uma atividade extraveicular no espaço, amigo e colega de Gagarin, estava no mesmo local em que ocorreu o acidente, e finalmente pode falar o que realmente aconteceu.

Um Sukhoi que também estava agendado para voar naquele dia, não seguiu o correto procedimento de voo ficando muito abaixo da altura que deveria estar.

O Su-15 passou em alta velocidade fazendo com que o Mig de Yuri Gagarin entrasse em uma espiral até se chocar com o chão.

Leonov conta que, enquanto esperava a ordem de cancelamento, devido ao mau tempo, de um teste de paraquedismo, ouviu o som característico de um jato supersônico, e logo em seguida, um som de explosão. No relatório oficial foi publicado que o intervalo entre os sons foi de mais de 20 segundos.

Também segundo Leonov, há uma gravação do General Zapolskiy com o piloto do Sukhoi, que confirmaria o erro humano como causa do acidente.

A identidade do piloto que causou o acidente foi mantida em segredo. O mistério agradece.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM