Nossos parabéns ao ScienceBlogs Brasil

10anos_3-620x620

Esse post é parte da Blogagem Coletiva de comemoração aos 10 anos do ScienceBlogs Brasil.

Os blogs como conceito morreram, o que sobrou foram as plataformas. Ci√™ncia e pol√≠tica pouco tem a ver uma com a outra, e quem muito insiste √© por ter segundas ou terceiras inten√ß√Ķes. A minha vida de cientista guardo para as biografias. Aproveito, ent√£o, a semana de tema livre pra me unir na blogagem coletiva de merecida comemora√ß√£o dos 10 anos do ScienceBlogs Brasil.

Leitor desde o inicio, e colaborador h√° uns 6 anos, fico feliz de¬†ver a rede ativa at√© hoje. √Č dif√≠cil vencer o tempo, e como um olhar atento pode notar, as vezes √© ele quem est√° em vantagem. Contra a desmotiva√ß√£o, falta de renova√ß√£o ou foco (ou falta dele) em outras m√≠dias, quem por iniciativa pr√≥pria ou via buscador cai em scienceblogs ponto com ponto br ainda pode ter a certeza de encontrar uma divulga√ß√£o cient√≠fica feita com qualidade.

Não saber se esse espaço ainda existirá quando for a hora de escrever o parabéns de 20 anos é algo que me deixa inquieto.

A consequência óbvia é perder o arquivo. A consequência mais complexa é perder a referência.

Sempre imaginei que o ScienceBlogs Brasil como¬†a principal refer√™ncia em divulga√ß√£o cient√≠fica. Assim como algu√©m querendo saber quem √© sujeito que consegue equilibrar mais batatas na ponta do p√© iria recorrer ao Guinnes Book, algu√©m querendo tirar alguma d√ļvida sobre algo cient√≠fico iria recorrer ao ScienceBlogs Brasil. Ousado, mas em retrospecto, parecia ser esse o caminho que trilhava a rede logo que cheguei. E sempre vi justamente o fato de ser uma rede como o principal potencial para o sucesso. Hoje em dia me parece claro que ficamos pra tr√°s.

Fruto de sua época, o ScienceBlogs Brasil não deve deixar de se orgulhar do seu passado. Mas estaríamos como um artista de apenas um sucesso, vivendo apenas de passado? Sobreviverá o ScienceBlogs Brasil aos anos 20 deste século?

Pensando racionalmente, em um cenário pessimista talvez não chegaremos nem aos 15. Mas meu desejo é o de comemorar 20, 30 e talvez até 40 anos.

Por hora, sente-se comigo no Restaurante no Fim do Universo (onde provavelmente todo blog j√° acabou) e levante sua Dinamite Pangal√°ctica em um brinde ao ScienceBlogs Brasil.

via GIPHY

Pela volta do hoax de v√°rzea, hoax moleque, hoax raiz

No inicio dos anos noventa um voo partindo da Cidade do México teve problemas nas turbinas nos motores logo após decolar. Apesar do esforço do piloto em tentar um pouso de emergência numa região rural, a aeronave caiu, matando todos os ocupantes. O caso acabou ganhando destaque no Brasil porque dentre as vítimas estavam os principais integrantes do seriado Chaves.

Essa história contada a exaustão nos anos naquela época não passava de uma boa mentira. Hoje não teria durado muito, um breve acesso nos respectivos perfis dos atores nas redes sociais para verificar que estariam vivos.

Mas no per√≠odo pr√© internet, onde voc√™ tinha que ter a sorte de se deparar com a informa√ß√£o em um jornal, revista, ou na palavra de um conhecido que teve essa sorte, talvez n√£o encontrasse motivo para duvidar, ou o esfor√ßo pra pesquisar n√£o compensaria, afinal, o fato √© que a vida de ningu√©m foi radicalmente alterada por ter acreditado que o Roberto Bola√Īos estava morto.

O Chupa-Cabra, o vídeo da autópsia do ET de Roswell (que passou até no Fantástico), as histórias do extinto Notícias Populares, montagens intrigantes e outros boatos ou lendas urbanas também são exemplos de histórias que não sobreviveriam aos dias de hoje.

ovnixonibus

Talvez por conta disso os bons boatos estão em falta e até as teorias de conspiração estão fracas. Convenhamos, terraplanismo não chega aos pés do famoso caso do bebê suposto filho do capeta.

Como hoje tudo virou fanfic ou fake news, daqui a pouco vai ter gente achando que filme de fic√ß√£o √© not√≠cia falsa. Sabe como √©, Star Wars tem som no espa√ßo, e tal…

Estou longe de ser boateiro. J√° escrevi contra conspira√ß√Ķes, lendas urbanas e at√© crendices populares, mas n√£o posso deixar de reconhecer o car√°ter l√ļdico e educativo de um bom hoax. A batalha pessoal entre a cren√ßa e a descren√ßa √© importante porque √© ela que agu√ßa o senso cr√≠tico.

Precisamos do hoax raiz, de várzea, moleque, de volta. Que façam o sujeito acreditar e depois ser surpreendido, que façam o sujeito ter que pesquisar e que enganem até quem desmascara. Daqueles que tem como principal efeito colateral uma epifania, e como pior uma gargalhada.

Tourist_guy

Ciência em Show no The Noite

Com fogo, eletricidade e explos√Ķes o pessoal do Ci√™ncia em Show animou a noite da ultima Quinta, dia 29, no talk show The Noite do Danilo Gentili. Para ver (ou rever) as experi√™ncias e dar boas risadas com o lado divertido da Ci√™ncia √© s√≥ dar o play.

Três anos de Nightfall

√Č verdade que eu ando um pouco sumido das postagens do blog por causa dos jogos da Copa de compromissos pessoais. Quase esqueci do anivers√°rio, que foi dia 18. Pra voc√™s verem como os jogos da Copa compromissos pessoais est√£o tirando a minha aten√ß√£o e tomando meu tempo.

Durante o ano que passou aguardamos ansiosos o novo Cosmos e aprendemos a estacionar. Descobrimos que no c√©u tem p√£o, e como colocar e tirar ratos de garrafas. Tamb√©m desenhamos √≥rbitas e ouvimos m√ļsica do espa√ßo. Vimos que os mapas astrais est√£o errados, e que eu tamb√©m posso estar.

Eu fico bastante feliz de ver o Nightfall in Magrathea chegando ao terceiro aniversário. Não se escreve sozinho. Obrigado. Graças a todos vocês que ele completou três anos e completará outros.

Sim, o Nightfall n√£o vai acabar t√£o cedo…

zagallo

A pena é mais poderosa que a espada

Ah, se você achou o título sugestivo para os acontecimentos que estamos vivendo no Brasil, eu lamento, mas não vou falar sobre os protestos. Não hoje.

A questão é que eu gosto de escrever. Eu também gosto de ficção científica, gosto de contos pseudo filosóficos, gosto de esportes em geral. E de escrever.

Eu gosto de brincadeiras, de rir e saber rir, mas tamb√©m gosto de ser s√©rio¬†quando o assunto √© s√©rio. Eu tamb√©m gosto da… daquela outra garota… a que me inspira a escrever. Porque eu gosto de escrever.

E é óbvio, eu gosto de Ciência, gosto de Física e Matemática, gosto de Astronomia e Espaço, de lembrar, daqueles que fizeram coisas inusitadas e daqueles que fizeram coisas incríveis. E gosto de uma conspiração, por que não? Talvez eu seja melhor escrevendo do que falando. Afinal, eu gosto de escrever.

Eu gosto de vocês. Gosto de quando vocês gostam das coisas comigo, de quando comentam e passam os artigos adiante. Gosto dos leitores mais antigos, dos que estão chegando agora, e daqueles que virão.

Gosto de aniversários (só de alguns), e hoje é aniversário desse blog. São dois anos de Ciência e pensamento crítico. Obrigado leitores, espero que estejam gostando. Eu estou.

P.S.: Hoje a Dinamite Pangal√°tica √© pela conta do blog. ūüôā

42 e um Anivers√°rio

Quis o gerador de improbabilidade infinita que o post de comemora√ß√£o do anivers√°rio de um ano deste blog tamb√©m fosse o post de n√ļmero 42.

Desde aquele 18 de Junho de 2011 muita coisa aconteceu. Vimos o ultimo voo de uma geração de espaço naves, e o surgimento de uma nova. Vimos o que não deveríamos ver, e o que nunca mais veremos. O Nightfall virou Blog de Ciência, e nos preparamos para o fim do mundo.

N√£o tem gra√ßa escrever sozinho, s√©rio mesmo… ent√£o o primeiro peda√ßo n√£o pode deixar de ir para os leitores, mesmo aqueles de uma √ļnica vez, ou aqueles que chegaram aqui por buscas curiosas no Google (eu tamb√©m quero saber o nome do cachorro do Mad Max).

Também divido essa comemoração de um ano com os colegas do ScienceBlogs, e com as pessoas que de alguma forma contribuíram com as postagens com ideias ou inspiração.

Feliz Anivers√°rio, Nightfall in Magrathea!

Próximo Anoitecer, Magrathea

Primeiro post do “novo” Nightfall in Magrathea. Agora, fazendo parte do Science Blogs Brasil, a vers√£o em portugu√™s da maior rede de blogs de Ci√™ncia do mundo. Mais do que isso, o blog divide espa√ßo com alguns dos mestres da blogagem cient√≠fica nacional.

√Č certamente uma honra fazer parte desse grupo.

Lembrando do primeiro post oficial do Nightfall in Magrathea, “espero escrever com frequencia, tratando sobre Ci√™ncia e pseudoci√™ncia, sobre o cotidiano, sobre fic√ß√£o cient√≠fica e quem sabe publicar aqui algumas hist√≥rias interessantes…”.

At√© mais. ūüėČ

Por baixo dos planos

Sempre lia em meus blogs favoritos, em certos per√≠odos, posts sobre a falta de tempo dos blogueiros em criar posts. Achava curioso, mas hoje entendo perfeitamente o que √© “n√£o ter tempo para escrever um post”.¬†Por falta de tempo e n√£o por falta de ideias.

Dadas as devidas desculpas pelo sumiço, vamos ao que está planejado para o futuro.

РOs posts humorísticos estarão sempre por aí, e há duas ideias para tirinhas novas. Piadas matemáticas incluídas.
РComentários sobre notícias interessantes que aparecem por aí. Sempre há uma notícia interessante envolvendo Astronomia ou Ciência em Geral e que merece ser comentada.
– Posts sobre teorias conspirat√≥rias, pseudoci√™ncias e ceticismo. √Č muito importante o uso do racioc√≠nio cr√≠tico, e j√° tenho planejado uma s√©rie de postagens sobre as alega√ß√Ķes conspiracionistas em torno do 11 de Setembro, que completar√£o 10 anos no pr√≥ximo m√™s.

N√£o percam. ūüėČ

Ao cair da Noite

 

Nightfall
Quietly crept in and changed us all

Nightfall – Blind Guardian

Oficialmente, essa é a primeira postagem do Blog. Gosto de fazer postagens iniciais nos meus blogs, é como um cartão de apresentação, ou uma espécie de boas vindas tanto para aqueles que possivelmente venham a acompanhar as postagens, quanto para as próprias postagens futuras.
Ent√£o, Bem vindos a Magrathea; hora atual: anoitecer.
Espero escrever com frequencia, tratando sobre Ci√™ncia e pseudoci√™ncia, sobre o cotidiano, sobre fic√ß√£o cient√≠fica e quem sabe publicar aqui algumas hist√≥rias interessantes…

A noite vem chegando, e temos um longo caminho para percorrer.