Uma viagem pessoal (no tempo)

Ano de Copa do Mundo, países ameaçando guerras, e os fãs de Ciência no Brasil aguardando ansiosamente a estreia de Cosmos. Não, não estou falando de hoje. Estou falando de Abril de 1982.

Na capa do Jornal do Brasil de 24 de Abril de 82, junto da treta entre Argentina e Inglaterra pelas Falklands, de um novo pacote econ√īmico do governo e dos treinos do Flamengo, a chamada para a mat√©ria do Caderno B (incluindo um resumo de cada um dos treze epis√≥dios) sobre a estreia de Cosmos.

titcapb

O primeiro epis√≥dio de Cosmos foi exibido no Domingo, √†s 23:15 (depois do seriado Dallas e do Fant√°stico). Se por um lado os cr√≠ticos gostaram da s√©rie e do conte√ļdo, por outro, v√°rias reclama√ß√Ķes sobre o hor√°rio e a periodicidade (Cosmos estava programado para ser exibido mensalmente) apareceram.

elo1

A Globo então passou a reprisar o capítulo do Domingo no Sábado seguinte, e pela manhã. Mas por causa da Copa e do período eleitoral, Cosmos foi retirado da grade depois de apenas 3 dos 13 episódios exibidos.

A alegria daqueles que não gostavam da série acabou no dia 9 de Janeiro de 1983, quando Cosmos retornou para a programação da Globo, e dessa vez semanal, todo Domingo de manhã.

volta83

O que também voltou foram os elogios para a série que, além de nos ensinar a fazer uma torta de maçã, está na lista de muita gente (eu) como a principal obra da divulgação científica.

elo2

Cosmos na Comic-Con 2013

cosmos

Na década de 80 a série Cosmos se tornou a obra prima da divulgação científica com o carismático Carl Sagan explicando de forma simples e didática, conceitos científicos muitas vezes complexos e distantes das pessoas comuns.

Em 2011 foi anunciada a produ√ß√£o um remake da s√©rie, com o Astr√īnomo e meme¬†Neil deGrasse Tyson. E a hora est√° chegando. Ontem, em um painel na San Diego Comic-Con 2013 (a mais importante conven√ß√£o de TV, Cinema, Quadrinhos, Games e todas essas nerdarias), a Fox divulgou o trailer oficial de Cosmos: A Spacetime Odyssey.

Ann Druyan, co-criadora da série original e esposa do Carl Sagan, Brannon Braga, produtor e diretor, e Neil de Grasse Tyson, responderam as perguntas dos fãs durante o painel.

Ann Druyan, Neil deGrasse Tyson e Brannon Braga na San Diego Comic-Con 2013. - Foto: @kimbosliice

Ann Druyan, Neil deGrasse Tyson e Brannon Braga na San Diego Comic-Con 2013. – Foto: @kimbosliice

Também faz parte da equipe de produção Seth MacFarlane, conhecido criador das séries Uma Família da Pesada e American Dad, e do recente filme Ted.

Estreando na primeira metade de 2014, assim como na versão original, serão 13 episódios de uma hora de duração. A série será exibida em 171 países, em 48 idiomas.

O trailer:

Estou na expectativa. E voc√™s, o que acharam? ūüėÄ

1000000000√Ķes e 1000000000√Ķes

Novembro é o mês para comemorar o Carl Sagan Day.

Se você não sabe quem foi Carl Sagan, saia agora desse site, e só retorne depois de descobrir.

Essa semana terminei de ler Bilh√Ķes e Bilh√Ķes. Publicado depois de sua morte, cont√©m as vis√Ķes de Sagan sobre a Ci√™ncia, a Humanidade e o meio ambiente.

Embora alguns dos cap√≠tulos contenham as impress√Ķes de Sagan sobre o mundo de 15 ou 20 anos atr√°s, corrigidas as novidades cient√≠ficas, o livro √© muito atual. Os problemas que ele discute, s√£o os problemas que discutimos hoje em dia, mostrando que pouco se avan√ßou durante esse tempo.

Comovente o final do livro, onde o pr√≥prio Carl Sagan comenta sobre sua doen√ßa, e onde Ann Druyan, sua esposa, tamb√©m relata como foram os √ļltimos momentos da vida dele.

Certamente, um livro para ler e reler, bilh√Ķes e bilh√Ķes de vezes.