Um jogo para acabar com preconceitos

Qual é a melhor maneira de passar uma informação pra uma pessoa!?

Como os comerciais, filmes e canais de televis√£o est√£o a√≠ pra comprovar, o entretenimento passa muito mais pra voc√™ do que mera divers√£o. √Č com essa ideia que ficamos pensando em como fazer as pessoas entenderem os conceitos e finalidades da abordagem da Biologia Sint√©tica. Como n√£o perdemos tempo para arrumar uma desculpa para nos divertir, criamos durante esse ano um jogo de cartas – inspirado em elementos de¬†Munchkin,¬†Bohnanza, Magic¬†e War¬†– para, al√©m de ensinar de uma maneira divertida sobre conceitos de microbiologia e biologia molecular, informar melhor as pessoas e acabar com certos preconceitos envolvendo microrganismos bioengenheirados.

E olha que legal: além de levarmos essa ideia como nossa Human Practices na competição internacional de máquinas geneticamente modificadas desse ano (e sermos bastante elogiados por esse trabalho), emplacamos primeiro lugar com o projeto na Olimpíada USP do Conhecimento!

primeiro lugar USP Conhecimento

√Č, senhora Sociedade, eu te disse que nossa brincadeira √© uma brincadeira s√©ria! T√£o s√©ria que esse projeto n√£o para aqui.

Game Crafter

O jogo estar√° dispon√≠vel para download (se voc√™ quiser imprimir a√≠ na sua casa) ou para compra atrav√©s do maravilhoso site “The Game Crafter“, que √© de uma empresa que imprime e vende jogos independentes, como o nosso. Desse jeito nosso jogo vai poder sempre fazer o que ele se prop√Ķe a fazer: ser jogado!

O jogo

O jogo funciona assim: cada jogador (até 4) escolhe uma carta de personagem personagem, como por exemplo o professor Fujita:

Senhor Fujita

OBS: procure o “easter egg”.

Como dá pra ver, cada pesquisador tem uma personalidade específica e um chassi com que desenvolve seus projetos. No caso o senhor Fujita é um pesquisador que não colabora muito mas bastante competente, trabalhando com a largamente usada Escherichia coli.

O grande objetivo do jogo √© construir primeiro que o seu colega um circuito g√™nico – afinal estamos falando de academia, minha gente! Para construir o circuito o jogador deve “criar”, acumular e trocar BioBricks, at√© que tenha a combina√ß√£o de Biobricks necess√°rios para completar o circuito, como por exemplo esse:

Carta Objetivo

OBS: nem todos os objetivos realmente podem ser feitos em alguns chassis.

Os Biobricks podem ser baixados com “pontos de metabolismo”, que √© a representa√ß√£o dos recursos metab√≥licos e energ√©ticos que o microrganismo tem para passar com sucesso pelo processo de transforma√ß√£o g√™nica de cada parte, a ser inserida sequencialmente na c√©lula (no exemplo anterior h√° 8 BioBricks).

A din√Ęmica das cartas se d√° quando elas ainda est√£o na sua m√£o e n√£o foram “baixadas” no organismo. H√° tamb√©m (no melhor estilo Munchkin – quem j√° jogou sabe do que estou falando!) cartas din√Ęmicas usadas por um jogador em si mesmo ou em outros jogadores, como essa abaixo:

Carta din√Ęmica

E, por √ļltimo, o √ļltimo elemento do jogo √© a t√£o temida aleatoriedade! Aquelas vari√°veis sem controle que sempre fazem seu experimento n√£o sair como voc√™ queria. Um jogador no final da rodada joga um dado: dependendo do n√ļmero tirado uma “carta aleat√≥ria” surge, ajudando ou prejudicando o ganho de pontos de metabolismo (que ocorre por rodada) dos chassis de cada pesquisador.

Cartas Aleatórias

Fizemos um overview do projeto num vídeo do youtube, dê uma olhada:

[youtube_sc url=” http://youtu.be/6Odd5-OKyHA”]
Quando o nosso novo site ficar pronto vamos ter um endere√ßo especial com o jogo, por enquanto fica aqui nossa promessa de acesso aberto a esse conte√ļdo. ūüôā

Acontece nos filmes, acontece na vida, acontece no Clube de Biologia Sintética

Este √© mais um projeto que surgiu das reuni√Ķes do Clube de Biologia Sint√©tica, feito por pessoas das mais diversas √°reas e que se conheceram no clube. Esse √© o objetivo principal do grupo: Reunir e ensinar pessoas de maneira divertida , integrar √°reas, criar projetos cient√≠ficos inovadores e criativos e, por fim, gerar impactos positivos na sociedade.

Voc√™ que compartilha dos nossos ideais, acompanhe nossas reuni√Ķes pessoalmente ou pelo ao vivo pelo streaming no nosso canal do youtube, ou ainda entre em contato pelo nosso email, canal do facebook e twitter!