Bionumbers


Olha aí um site bem legal: Bionumbers, um banco de dados numéricos biológicos!

Alguma vez voc√™s j√° se perguntaram: “Nossa, quantas mol√©culas de Glicose s√£o necess√°rias para dobrar a massa de uma E. coli?!” ou¬†“Poxa vida, seria √≥timo saber o di√Ęmetro de um neutr√≥filo…Qual ser√°?!”. Nunca se perguntaram?! N√£o!?

Pois √©, esse site tem os n√ļmeros que respondem a esses tipos de perguntas e a outras mais, citando as refer√™ncias dos trabalhos cient√≠ficos que¬†embasam¬†essas medi√ß√Ķes.

S√£o dados importantes que podem ajudar a dar aquele argumento de prova concreta no seu trabalho escolar ou tese, sem que voc√™ precise gastar muito tempo com isso. √Č claro que n√£o tem todas as informa√ß√Ķes que voc√™ procure: ainda nem todas as coisas foram medidas pela curiosidade humana. H√° lacunas, mas isso n√£o √© problema, o Bionumbers deixa reservado espa√ßos para que o avan√ßo da ci√™ncia as v√° preenchendo, citando as refer√™ncias que pelo menos d√™em algum tipo de detalhe do assunto.

O banco de dados foi criado em 2007 por pesquisadores do departamento de biologia de sistemas de Harvard e hoje é coordenado e desenvolvido por um dos criadores em seu laboratório no Instituto Weizmann, em Israel. Estão fazendo um trabalho muito legal.

Agora temos um pequeno desafio para você: Qual é a porcentagem de genes que codificam proteínas nos humanos? Hein!?

Vá lá e dê uma checada!

http://bionumbers.hms.harvard.edu/default.aspx

As 50 empresas mais quentes de bioenergia

Acabou de sair um ranking de empresas que reconhece a inova√ß√£o e os avan√ßos em¬† bioenergia. Entre as 50, 37 s√£o dos EUA, 15 s√£o ativas no desenvolvimento do etanol celul√≥sico, 5 desenvolvem algas para solu√ß√Ķes energ√©ticas e 16 produzem novos biocombust√≠veis avan√ßados como o biobutanol,¬† biodiesel, gasolina e combust√≠veis de jato renov√°veis.

Veja a reportagem completa:

http://biofuelsdigest.com/bdigest/2010/12/07/the-50-hottest-companies-in-bioenergy-for-2010-11/

The 50 Hottest Companies in Bioenergy for 2010-11 are:

Last year’s rank (2009-10)

1.            Amyris                              3

2.            Solazyme                          1

3.           POET                                 2

4.            LS9                                    8

5.            Gevo                                 13

6.            DuPont Danisco            7

7.            Novozymes                       11

8.             Coskata                             6

9.             Codexis                            35

10.            Sapphire Energy            5

11.             Virent                              21

12.             Mascoma                        10

13.             Ceres                                28

14.             Cobalt Technologies     30

15.             Honeywell’s UOP           12

16.             Enerkem                          25

17.             BP Biofuels                        4

18.             Genencor                         26

19.             Petrobras                          18

20.             Abengoa Energy             15

21.             Qteros                                22

22.             Joule Unlimited              32

23.             Shell                                    27

24.             Bluefire Renewables        19

25.             Rentech                              38

26.             Algenol                                24

27.             ZeaChem                             20

28.             PetroAlgae                          16

29.             Neste                                    29

30.             Synthetic Genomics           17

31.             LanzaTech                            41

32.             Iogen                                    23

33.             OriginOil                             42

34.             RangeFuels                         14

35.             ExxonMobil                        29

36.             Cargill                                    NR

37.             SG Biofuels                          49

38.             Butamax                              38

39.             Terrabon                              47

40.             Cosan                                    NR

41.             Verenium                              9

42.             Waste Management            42

43.             IneosBio                                36

44.             Dynamic Fuels                     NR

45.             Fulcrum Bioenergy              48

46.             KL Energy                             34

47.            KiOR                                       NR

48.             Chevron                                 NR

49.             Monsanto                              NR

50.             Inbicon                                    50

Bio-Fiction videos ‚Äď Please rate your favourite videos!

Vejam os vídeos do Synthetic Biology Science, Art and Film Festival que ocorreu em Viena nos dias  14 a 16 de maio!

Votem nos melhores vídeos numa escala de 1 a 5:

http://bio-fiction.com/videos/

iGEM Videos

Antes do segundo post da s√©rie “Inside iGEM” que vem por a√≠ no blog, nada melhor do que ouvir os pr√≥prios estudantes dos times participantes para¬†descobrir como foram algumas das edi√ß√Ķes passadas. E o melhor, em v√≠deos feitos por eles mesmos!

Talvez o que mais mostre a experiência do que foi ter participado na elaboração de um projeto para a competição, no melhor espírito que os alunos de Graduação especialmente têm, seja o do time da Universidade de Southtampton de 2009.

The iGEM experience:
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=13SVRfxGZko]
(Repare de 1:50 a 2:10!)

√Č claro que quando se encabe√ßa um projeto, deve-se saber como “vender o pr√≥prio peixe”. H√° v√°rios v√≠deos extremamente bem explicativos no YouTube, al√©m da pr√≥pria wiki dos times, que explicam o que √© o projeto e mostram sua aplicabilidade (veja alguns links no final do post), mas particularmente, o da Universidade de Edinburgo, com as suas E.Coli’s “MineBusters”, √© o mais original j√° feito (at√© agora) para o iGEM. D√™em uma olhada:

The MineBusters:
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=QLsmjL3RIKw]

Al√©m da concep√ß√£o do projeto, a criatividade e bom humor (sem falar no talento) fazem parte de muitos times da competi√ß√£o. Outro v√≠deo musical, feito pelo time de Cambridge de 2010, mostra o drama da inser√ß√£o de genes em um vetor (um plasm√≠deo) solucionado atrav√©s do uso da t√©cnica de Gibson Assembly (T√©cnica que une dois fragmentos de DNA, not√°vel pelo n√ļmero e tamanho de fragmentos que pode associar com apenas uma √ļnica rea√ß√£o). Uma √≥tima can√ß√£o para voc√™ cantar aos seus colegas de laborat√≥rio (mas s√≥ se voc√™ cantar bem como a garota do v√≠deo!).

The Gibson Assembly Song:
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=WCWjJFU1be8&feature=related]

Links para outros vídeos interessantes:

Palestra de pesquisadora do MIT sobre biologia sintética

Nesta segunda-feira, às 10:00 no anfiteatro 2 do ICBII (no centro didático anexo) teremos o grande prazer de receber a pesquisadora do MIT Meagan Lizarazo, que falará sobre Biologia Sintética, iGEM, Registro de Partes Padrão e outras coisas interessantes.

N√£o percam!

4.a reuni√£o do synbiobrasil: processamento de sinais

Est√° confirmada a nossa pr√≥xima reuni√£o, dia 24/03/2011 √†s¬† 3 pm na sala 101 do ICBII. O tema ser√° Processamento de sinais e se iniciar√° com uma palestra dos Prof. Vitor do Nascimento e Prof. C√°ssio Lopes do Departamento de Engenharia El√©trica da Poli. Ser√° discutido um pouco de estima√ß√£o e sistemas din√Ęmicos e pretende-se fazer um paralelo com o que j√° foi discutido sobre biologia sint√©tica.

Até lá!

Congresso do Bioen sobre Bioenergia BBEST

Em agosto irá acontecer o 1st Brazilian BioEnergy Science and Technology  Conference que irá discutir diversos aspectos do desenvolvimento de biorrefinarias, como produção de enzimas, análise de ciclo de vida, engenharia metabólica e biologia sintética. Eu vou!

Impressora 3D pode imprimir tecidos biológicos

Hoje em dia já se usam as impressoras 3D para a produção de moldes (scaffolds) para o cultivo de células, as chamadas bio-printers. Porém, é claro, os cientistas querem ir um pouco mais adiante. Vejam a matéria da BBC no Congresso AAAS sobre impressão 3D utilizando partes biológicas como matéria-prima para reconstrução de tecidos, orelhas e outras partes do corpo.

http://www.bbc.co.uk/news/science-environment-12507034

Document√°rio SynBio

Um grupo de cientistas da Field Test Film Corps¬†est√° desenvolvendo um document√°rio sobre synbio. O filme pretende abordar desde a ci√™ncia b√°sica da biologia molecular at√© as pesquisas atuais, assim como quest√Ķes √©ticas e defini√ß√£o da vida. Muito interessante, confira o andamento do projeto.

Workshop on Synthetic Biology and Robotics

Estou divulgando o Workshop on Synthetic Biology and Robotics da FAPESP no próximo dia 24, uma oportunidade imperdível para discutir alguns aspectos da Synbio. O programa está disponível no site da FAPESP e a inscrição é gratuita.