Anos Dourados? Dourados pra quem?

Uma idéia muito comum, principalmente nestes tempos de transição no calendário, é a de que no passado tudo era melhor. Para além da visita do Papai Noel, quando confrontadas com um balanço anual cheio de mensalões e renans, e com a perspectiva de IOFs e big brothers pela frente, muitas pessoas se enchem de saudade dos Anos Dourados — geralmente, da época das novelas de época.

Mas aquilo era melhor, mesmo? Até a descoberta dos antibióticos, há menos de 100 anos, a chance de uma pessoa passar dos 40 era a mesma que alguém tem, hoje, de passar dos 70. Há menos de 200 anos, escravidão era coisa normal.

Outro exemplo: Carlos V (1500-1558), rei da Espanha e imperador romano, um dos homens mais poderosos de todos os tempos – além de boa parte da Europa, dominava a maior parte das Américas – tinha gota. A doença o transformou num inválido, incapaz até de andar, e o levou a abdicar em 1556.

Também tenho gota. Mas tomo meu remédio, controlo a dieta e, graças a isso, sou capaz de desfrutar de longas caminhadas. Enfim, eu, que só sou rei para a minha gata siamesa (e olhe lá), vivo melhor do que o mestre e senhor de dois continentes vivia, 500 anos atrás.

O presente não é perfeito e o futuro preocupa, mas imitar o passado não vai resolver nada. Afinal, bandidos e políticos corruptos sempre houve: até novela de época tem vilão.

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM